Acessar o conteúdo principal
Fato em Foco

Há dois anos, acontecia a tragédia nuclear de Fukushima

Áudio 05:21
O reator 4 do complexo nuclear de Fukushima.
O reator 4 do complexo nuclear de Fukushima. Tepco
Por: Patricia Moribe
7 min

Há exatamente dois anos, o nordeste do Japão era atingido por uma tripla tragédia: um terremoto de 9 pontos na escala Richter e um tsunami gigantesco, que provocaram um acidente no complexo nuclear de Fukushima. A catástrofe alcançou o nível máximo de sete numa escala mundial, o mesmo de Chernobil, na Ucrânia, em 1986. O governo japonês prevê que a recuperação de Fukushima leve de 30 a 40 anos.  

Publicidade

Luís Antônio Albiac Terremoto, pesquisador em Ciência e Tecnologia do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN/CNEN-SP) e doutor em Física Nuclear pela USP, explica o processo de descomissionamento de Fukushima.

Alguns especialistas, como o japonês Yosuke Yamashiki, professor associado do Instituto de Pesquisa sobre Prevenção de Acidentes da Universidade de Quioto e professor visitante da Escola de Engenharia de São Carlos (USP), alertam que o problema é muito mais grave do que anuncia o governo ou a imprensa no Japão.

Já Moacyr Duarte, coordenador do Grupo de Análise de Risco Tecnológico e Ambiental da Coppe/UFRJ (Garta/Coppe) questiona o fato de a gestão do complexo nuclear, uma questão inclusive de estratégia, por um grupo privado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.