Reportagem

Festival de cinema em Lisboa celebra a língua portuguesa

Áudio 06:42
Debate de jornalistas de cinema e cultura no festival com (da esq.para a dir.)  Angel Quintana, Ivonete Pinto, José Vieira Mendes, Letícia Constant e António Loja Neves.
Debate de jornalistas de cinema e cultura no festival com (da esq.para a dir.) Angel Quintana, Ivonete Pinto, José Vieira Mendes, Letícia Constant e António Loja Neves. Catarina Coelho

A abertura da quarta edição do FESTin, Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em 3 de abril, no tradicional cinema São Jorge, em Lisboa, ultrapassou as expectativas dos organizadores pelo sucesso de público. "O Grande Kilapy", de Zezé Gamboa, co-produção de Angola, Brasil e Portugal, com Lázaro Ramos, foi o filme de abertura do evento que, neste ano, homenageia Angola. Oitenta filmes realizados em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, serão projetados durante dez dias.O festival também organizou na quarta-feira o I Encontro Internacional de Jornalistas de Cinema, um momento de debates e troca de ideias entre os participantes e a plateia sobre o papel dos críticos, as dificuldades da imprensa na cobertura de festivais, o cinema e as redes sociais, entre outros temas.O FESTin termina no dia 10, quando haverá a entrega dos prêmios seguida por uma grande festa no cinema São Jorge.