Acessar o conteúdo principal
Saúde

Mentira vira tema de livro de psicóloga francesa

Áudio 04:02
O boneco Pinocchio, condenado a ter todas suas mentiras descobertas.
O boneco Pinocchio, condenado a ter todas suas mentiras descobertas. Niccolo Caranti/FLICKR
Por: RFI

Para o bem ou para o mal, todo mundo mente. Dizer que não, já é uma mentira. Dizer que você é um mau mentiroso, também é mentira. Na verdade, nem 20% das 2,5 mentiras que a gente conta por dia são detectados, de acordo com a média levantada pela psicóloga Claudine Biland, autora do livro "Psychologie du Menteur" (Psicologia do Mentiroso, em tradução livre). Mas isso não significa que somos todos mitomaníacos, até porque mitomania não é a "doença da mentira", mas a mentira consciente. O mitomaníaco é aquela pessoa que sabe que mente e insiste na história.

Publicidade

A mentira tem também seu papel social. Não serve só para "melhorar" histórias capengas, parecer mais interessante do que se é de fato ou levar vantagem em cima de alguém. Há também aquela mentira "altruísta", que as pessoas contam para levantar o moral de alguém que está abatido, por exemplo. Claudine Biland conversou com a RFI francesa e você pode ouvi-la no programa de Saúde desta quarta-feira, 8 de maio.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.