Acessar o conteúdo principal
Diamantes/Roubo

Polícia europeia descobre rede que roubou US$ 50 milhões em diamantes

Ataque a um carregamento de diamantes ocorreu em plena pista do aeroporto de Bruxelas, em fevereiro de 2013.
Ataque a um carregamento de diamantes ocorreu em plena pista do aeroporto de Bruxelas, em fevereiro de 2013. Flickr
Texto por: RFI
2 min

Cerca de 30 pessoas estão presas na Bélgica, na Suíça e na França para a investigação sobre um roubo espetacular de diamantes no valor de 50 milhões de dólares (mais de 100 milhões de reais), realizado no aeroporto de Bruxelas, em fevereiro. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, dia 8 de maio, pela polícia belga. Uma parte das pedras foi recuperada. 

Publicidade

Após três meses de trabalho secreto, a investigação, que envolveu 200 policiais belgas, suíços e franceses, teve alguns de seus resultados anunciados.

Uma grande quantidade de diamantes, que a polícia acredita ser do roubo gigante realizado em fevereiro em Bruxelas, foi encontrada em Genebra, na Suíça. Cerca de 80 mil euros (210 mil reais) também foram apreendidos dentro de um depósito em um imóvel, informou o Ministério Público do país.

Na Bélgica, cerca de 40 pessoas estão sendo investigadas. De acordo com os responsáveis, 24 homens foram presos. Dez deles fariam parte de criminosos conhecidos no país. “Alguns detidos já foram condenados por roubos com violência”, informou o porta-voz da polícia belga, Jean-Marc Meilleur. Além disso, uma grande quantidade de dinheiro e de carros de luxo também foi apreendida na Bélgica.

Meilleur disse que um suspeito de nacionalidade francesa, Marc Bertolbi, de 43 anos, está sendo interrogado. Ele teria antecedentes criminais graves, mas nega qualquer participação no roubo dos diamantes. A Bélgica exige que o homem seja extraditado.

Bertolbi é da cidade de Metz, região nordeste da França, e foi detido quando estava prestes a embarcar em um trem. Em seu carro, a polícia encontrou 60 mil euros. Até o momento, ele não teria dado nenhuma informação sobre a origem do montante.

Filme de Hollywood

O aeroporto de Bruxelas foi cenário de um assalto digno de um filme de Hollywood em fevereiro. Homens fortemente armados e disfarçados de policiais atacaram um carro-forte e levaram diamantes no valor de 50 milhões de dólares, em um dos roubos mais espetaculares dos últimos anos. No assalto, foram levados diamantes brutos e lapidados provenientes de Antuérpia que seriam transportados para Zurique, na Suíça.

Em fevereiro de 2005, diamantes e jóias no valor de 75 milhões de euros (196 milhões de reais) que deviam partir para a Antuérpia foram roubados de um veículo da companhia aérea KLM no aeroporto de Amsterdã.

Mas o recorde de roubo de diamantes é o ataque aos cofres do Centro Mundial do Diamante em Antuérpia em 2003. O montante roubado foi estimado na época em 100 milhões de euros (261 milhões de reais).
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.