Brasil/Alemanha

Dilma Rousseff recebe presidente alemão em São Paulo

Presidente alemão, Joachim Gauck, participa em São Paulo da abertura do Ano da Alemanha no Brasil
Presidente alemão, Joachim Gauck, participa em São Paulo da abertura do Ano da Alemanha no Brasil wikimedia.org

Nesta segunda-feira, o presidente alemão, Joachim Gauck, abre em São Paulo com a presidente brasileira, Dilma Rousseff, o ano da Alemanha no Brasil. Nele, serão apresentados, até junho de 2014, quase 400 projetos de caráter cultural, econômico e científico em diversas cidades brasileiras a um custo que ultrapassa os 10 milhões de euros (R$ 26 milhões).

Publicidade

Os dois chefes de Estado têm hoje de manhã de uma reunião num centro de convenções de São Paulo seguida de um almoço de trabalho. Ainda hoje,  Dilma Rousseff e Joachim Gauck participam de um seminário com cerca de 2 mil empresários brasileiros e alemães.

O Brasil é o maior parceiro comercial da Alemanha na América do Sul. O ano da Alemanha no Brasil, promovido pelo governo alemão, junto com outras entidades e empresas do país europeu, quer aprofundar ainda mais os laços entre as duas nações. Em 2012, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil, a Alemanha foi o sexto maior parceiro comercial do Brasil, após China, EUA, Argentina, Países-Baixos e Japão.

Em poucas regiões do mundo, a economia alemã está tão presente como no Brasil. São Paulo é a maior base da indústria alemã fora da Alemanha. O Brasil abriga cerca de 1.300 subsidiárias alemãs, cerca de 800 delas na capital paulista. O faturamento total dessas empresas representa cerca de 10% do PIB industrial brasileiro. O estoque do capital alemão representa aproximadamente 15% dos Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil. No ano passado, o fluxo de investimentos atingiram US$ 826,0 milhões (R$ 1,6 trilhão).

O Ano da Alemanha no Brasil é mais um sinal claro do interesse da maior economia da Europa em estreitar o intercambio com a maior economia da América do Sul. O governo alemão vem ressaltando o momento privilegiado desse evento, realizado pouco antes de outros grandes acontecimentos no país, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Vale lembrar também que o Brasil é o país convidado da prestigiada Feira do Livro de Frankfurt em outubro próximo.

*Colaboração de Marcio Damasceno correspondente da RFI em Berlim.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.