PSG ganhou o campeonato por ser o melhor, segundo a imprensa

A torcida do Paris Saint-Germain voltou a comemorar a conquista do Campeonato Francês.
A torcida do Paris Saint-Germain voltou a comemorar a conquista do Campeonato Francês. REUTERS/Robert Pratta

A vitória antecipada do Paris Saint-Germain na 36ª rodada do Campeonato Francês, nesse domingo, é uma das principais manchetes nos jornais de hoje. A equipe dos brasileiros Thiago Silva, Thiago Motta, Maxwell, Lucas e Alex, dirigida pelo técnico italiano Carlo Ancelotti, é realmente a mais forte do torneio, diz o esportivo L'Equipe. Com a vitória de 1 a 0 sobre o Lyon, gol de Ménez, e ainda na casa do adversário, o PSG rompe um jejum de 19 anos no campeonato e conquista seu terceiro título de campeão da França, após as vitórias de 1986 e 1994.

Publicidade

Nas páginas do L'Equipe, Ancelotti faz um agradecimento especial ao atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, artilheiro do campeonato com 27 gols e peça-chave na conquista do título. O jornal destaca a participação de Thiago Motta na partida, dizendo que a capacidade do meia brasileiro de manter a pressão sobre os adversários, seja roubando bolas ou mantendo o time sempre na linha de frente é preciosa. Por outro lado, o L'Equipe critica a maneira desagradável como Thiago Motta provoca os adversários.

O PSG é um time novo rico desde que foi comprado pelo fundo de investimentos QSI, da família real do Catar, lembra o L'Equipe, e o clube que mais investiu na atual temporada do futebol europeu - 250 milhões de euros (650 milhões de reais) - sem contar os bônus pagos aos jogadores, bem à frente da Juventus, do Manchester United, Bayern de Munique e Barcelona.

Paris é campeão, diz em primeira página o jornal Aujourd'hui en France, um sonho de 19 anos finalmente realizado. Para o jornal popular, Ibrahimovic não foi decisivo no jogo de ontem. Foi o autor do gol, Ménez, quem buscou as melhores ocasiões de marcar. Aujourd'hui en France destaca as boas participações de Alex, Maxwell e Thiago Motta, que "deu a direção do jogo como de costume".

O Le Figaro diz que a conquista deste campeonato pode ser o início de uma longa hegemonia do PSG, por ser o clube com mais recursos para compor uma equipe de estrelas. O diário conservador lembra que fazia 8 anos que os parisienses não ganhavam no estádio Gerland, de Lyon, o que também foi uma bela vitória.

O Libération deixa uma pergunta no ar: quem vai comandar o PSG na próxima temporada? Ancelotti está sendo cortejado pelo Real Madrid, o que sem dúvida prejudicou os parisienses nas últimas semanas, na opinião do jornal. Se Ancelotti for mesmo embora, o Libération aposta que podem ficar em seu lugar Roberto Mancini, do Manchester United, o ex-técnico da seleção francesa Laurent Blanc ou talvez Fabio Capello, atualmente à frente da seleção da Rússia. Segundo o Libération, também não é certo que o diretor esportivo Leonardo fique no PSG depois da agressão ao juiz na partida contra o Evian, no início do mês.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.