Acessar o conteúdo principal
Reportagem

Crise não ameaça a Semana da Alta-Costura de Paris

Áudio 04:50
Desfile  da coleção da Maison Dior, desenhada pelo estilista belga Raf Simons, apresentada em Paris neste 1° de julho de 2013.
Desfile da coleção da Maison Dior, desenhada pelo estilista belga Raf Simons, apresentada em Paris neste 1° de julho de 2013. Reuters
Por: Leticia Constant
7 min

De 30 de junho a 5 de julho, Paris vive a efervescência da Semana da Alta-Costura Outono/Inverno 2013/2014. O estilista francês Christophe Josse e a grife italiana Versace abriram o baile no domingo para uma sucessão de coleções assinadas por nomes famosos como Dior, Chanel, Jean-Paul Gaultier, Valentino, Giorgio Armani, entre outros. O estilista Gustavo Lins, único brasileiro a integrar o círculo fechado da Câmara Sindical da Alta-Costura francesa, apresenta suas novas criações neste 2 de julho, na Embaixada do Brasil na cidade-luz.Mas com o mundo em crise financeira, e a França em recessão econômica, como a alta-costura resiste? Para falar sobre o assunto, foram entrevistadas a editora de moda Rosângela Espinossi, que está em Paris acompanhando a temporada de desfiles, e a historiadora e editora Cynthia Garcia, que resume a questão em uma frase: "Se a alta-costura acabar, a França acaba"....Cynthia e Rosângela concordam, a alta-costura é uma "instituição" intocável que soube se modernizar e se adaptar aos novos tempos. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.