Acessar o conteúdo principal
Reportagem

Assassinato de garoto boliviano traz à tona situação da comunidade no Brasil

Áudio 04:36
Manifestantes protestaram diante do consulado da Bolívia em São Paulo.
Manifestantes protestaram diante do consulado da Bolívia em São Paulo. www.boliviacultural.com.br
Por: Silvano Mendes

A morte em São Paulo de Brayan Yanarico Capcha, um garoto boliviano de cinco anos de idade, assassinado durante um assalto na residência de sua família na última sexta-feira, 28 de junho, chocou a opinião pública e trouxe à tona a questão da precariedade de parte dessa comunidade latino-americana que vive no Brasil. Protestos foram organizados diante do consulado da Bolívia em São Paulo na segunda-feira, e a ministra da secretaria brasileira dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, convocou uma reunião extraordinária nesta terça-feira para discutir medidas de proteção destinadas aos estrangeiros residentes no país. Rosana Camacho, secretária-geral da ADRB (Associação de Residentes Bolivianos) de São Paulo e Carmelo Muñoz Cardozo, presidente da mesma entidade, comentam a situação da comunidade no Brasil.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.