Jornais evocam responsabilidade dos políticos diante do aquecimento global

As avaliações dos especialistas do IPCC são baseadas em publicações científicas e tecnicamente reconhecidas.
As avaliações dos especialistas do IPCC são baseadas em publicações científicas e tecnicamente reconhecidas. IPCC

Os jornais de hoje dão destaque às conclusões dos climatologistas reunidos em Estocolomo, na Suécia, para redigir as conclusões do quinto relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). A imprensa não tem dúvidas quanto às previsões pessimistas dos cientistas e questiona quando os políticos vão reagir ao aquecimento global.

Publicidade

O diário econômico Les Echos afirma que o aquecimento global será marcante no mar e terá como consequência um aumento do nível dos oceanos, principalmente no Ártico. O veredito que os climatologistas publicarão hoje na Suécia é inequívoco: o homem é o culpado desses transtornos causados à natureza, escreve o Les Echos.

O jornal entrevista um especialista membro do IPCC, Hervé Le Treut. O francês explica que nas regiões vulneráveis, montanhosas ou litorâneas, o poder público deve se antecipar e rever o planejamento urbano para evitar catástrofes. O papel dos cientistas é o de constatar com independência e precisão o estado do planeta, diz o membro do IPCC. Cabe aos políticos e aos cidadãos tomar as decisões adequadas e mudar de comportamento.

O diário comunista L'Humanité entrevista uma pesquisadora que participou da redação do primeiro relatório do IPCC, Pascale Delecluse, e ela vai na mesma linha do colega do Les Echos. As conclusões do grupo de estudos devem servir para orientar os políticos em suas decisões e principalmente colocá-los diante de suas responsabilidades. Ela também destaca que desde a criação do grupo patrocinado pelas ONU, a maneira como os economistas e os climatologistas trabalham evoluiu muito, facilitando para os políticos a tomada de decisões. Hoje, todos compreendem melhor o funcionamento do clima. Só falta o "mãos à obra".

O Le Figaro escreve que os cientistas não têm a menor dúvida de que as emissões de gases do efeito estufa, principalmente de dióxido de carbono, são responsáveis pelo aquecimento do planeta. O jornal conservador enfatiza que os modelos de estudo usados pelos climatologistas avançaram nos últimos 30 anos e são cada vez mais confiáveis. Prova é que o degelo do Ártico em 2013 é muito mais grave do que haviam previsto os cientistas. As certezas sobre as causas das mudanças no clima são evidentes, a questão é como o homem vai resolver o problema.

Nas páginas de Cultura, o Le Figaro destaca a exposição Gênesis, de Sebastião Salgado, em cartaz até 5 de janeiro na Casa Europeia da Fotografia, em Paris. O jornal francês reproduz a citação do jornal britânico The Sunday Times para definir o trabalho de Salgado: o maior fotojornalista do mundo.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.