Acessar o conteúdo principal
Reportagem

Facebook e Google vão mudar política de privacidade

Áudio 05:23
Usuários devem ficar atentos à mudança de regras de privacidade
Usuários devem ficar atentos à mudança de regras de privacidade RFI
Por: Amanda Lourenço

Cada vez que os gigantes da internet alteram a política de privacidade de seus usuários é a mesma história: muita gente fica preocupada, mas poucos sabem realmente o que mudou e, o mais importante, o que fazer para se adaptar melhor às novas regras digitais. O Google e o Facebook anunciaram mudanças em breve, então esta é a hora de ajustar as configurações dos perfis online; principalmente as pessoas que desejam manter um pouco mais de privacidade.

Publicidade

Aquele amigo desavisado que publica declarações de privacidade na própria página do Facebook achando que desta forma está se prevenindo, na verdade não está fazendo nada de útil. A política de uso de dados vai mudar e a única forma de se proteger é entender bem seu funcionamento e trocar as configurações, se for o caso.

O Google anunciou que a partir do dia 11 de novembro ele vai poder usar as informações dos usuários para a publicidade. Por exemplo, se alguém faz um comentário positivo sobre um restaurante, este comentário com a foto da pessoa pode aparecer para seus amigos no meio de uma propaganda, a menos que esta função seja desativada.

" O Google vai vai redirecionar a propaganda para outros usuários, principalmente o círculo de amigos. Então agora estão explicando as regras do jogo para os usuários saberem do que se trata, não se assustarem e não terem como reclamar depois", explica Leonardo Zanatta, advogado especialista em direito digital, ajuda a entender as novas regras do Google.

O Facebook também vai mudar. O sistema de busca vai ser mais completo e em breve será possível encontrar qualquer pessoa tanto pelo nome, quanto pelo local de trabalho ou antiga escola. Vai ser cada vez mais difícil passar despercebido: "As pessoas acham que por elas terem publicado algo no Facebook a informação é delas, mas não é. No momento que elas aceitam os termos de compromisso, a informação é do Facebook", esclarece Zanatta.
 

Clique em "ouvir" para conferir a reportagem completa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.