Fato em Foco

Estudo mostra que Paris é a melhor cidade do mundo para estudantes

Áudio 09:08
A Universidade Paris 1 Panthéon Sorbonne (foto) é um dos ícones do ensino superior francês.
A Universidade Paris 1 Panthéon Sorbonne (foto) é um dos ícones do ensino superior francês. Flickr/ Creative Commons

Paris foi eleita, pelo segundo ano consecutivo, como a melhor cidade no mundo para os estudantes. A análise da sociedade britânica QS mostra que a capital francesa desbanca outras grandes cidades célebres pela qualidade de seu ensino superior, como Londres, Zurique, Sydney, entre outras. Entre os critérios avaliados estão a qualidade de vida, o custo dos estudos, a diversidade cultural e o valor dos diplomas das universidades avaliadas no mercado de trabalho.

Publicidade

Para escutar a reportagem completa, clique no botão "Ouvir"

Segundo Isabelle Pasmantier, a diretora de marketing e comunicação da QS, instituição que elaborou esta análise, Paris apresenta muitas vantagens e facilidades para os estudantes. "Primeiro de tudo, é uma capital genial. Depois, há um intenso recrutamento para o mercado de trabalho. E também há um grande número de universidades de alta qualidade que atraem não somente estudantes franceses, mas muitos estudantes estrangeiros - o que proporciona uma diversidade cultural muito interessante. E, claro, o custo das formações é mais baixo que em outros países. Além disso há outros fatores como história, arquitetura, arte, e tudo mais que está relacionado com Paris que é uma cidade tranquila e magnífica", avalia.

Para saber o que há de melhor na vida estudantil na capital francesa, conversamos com duas estudantes brasileiras em Paris. A gaúcha Camila Moreira César chegou há três meses na França e faz um mestrado em Informação e Comunicação na Sorbonne Nouvelle. "Minha motivação veio devido à excelência acadêmica e para ter essa experiência fora do país, aperfeiçoar o idioma, e tentar, com isso, criar um diferencial na minha área", explica.

Já para a sul-mato-grossense Ana Paula Hermann, que está terminando o mestrado em Multimídia Interativa na universidade Paris 1 Panthéon Sorbonne, a mobilidade urbana é fundamental para que a capital seja tão atraente a tantos jovens. "É muito prático se locomover em Paris. Não importa a qual hora do dia, você atravessa toda a cidade em menos de uma hora. Além disso, um estudante com até 25 anos tem o benefício de pagar apenas 50% do valor da passagem", enumera.

O advogado colombiano Andrés del Castillo é um apaixonado pela capital francesa. Há dois anos, ele terminou o mestrado em Direito da União Europeia e Administração Internacional na Universidade Paris 2 Panthéon Assas e conta que sempre sonhou em viver essa experiência. "É um sonho que se tornou realidade, é uma história que você mesmo está escrevendo. Conhecer tantas coisas que antes você nem sabia que existia... isso também é estudar", diz.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.