Acessar o conteúdo principal
Ano Novo

Chegada de 2014 começa a ser celebrada ao redor mundo

Os tradicionais fogos de artifício sobre a baía da cidade de Sydney aconteceram mesmo antes de soar a meia-noite.
Os tradicionais fogos de artifício sobre a baía da cidade de Sydney aconteceram mesmo antes de soar a meia-noite. REUTERS/Jason Reed
Texto por: RFI
5 min

Vários países já celebraram a chegada de 2014: as ilhas Tonga, no oceano Pacífico, foram as primeiras a dar boas-vindas ao novo ano. Sydney, na Austrália, realizou um grandioso espetáculo pirotécnico. No leste asiático, 2013 também já ficou para trás. Em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, foi realizada a maior queima de fogos do planeta nesta noite.

Publicidade

Milhares de toneladas de fogos foram queimadas para um evento que coloriu a ópera de Sydney, na Austrália, que recebeu a festividade pela primeira vez depois de dez anos. Cerca de 1,6 milhões de pessoas participaram do evento que custou 6 milhões de dólares autralianos (12,6 milhões de reais) – um valor que pagou “o mais belo Ano-Novo do mundo”, de acordo com o prefeito da cidade, Cloover Moore.

No entanto, foram os habitantes das ilhas Tonga, no oceano Pacífico, os primeiros a celebrar 2014. A cerimônia local contou com uma reza e uma cerimônia que culminou com tiros de canhão de bambu. Já em Hong Kong, fogos de artifício foram queimados sobre os arranhas-céus e em barcos a um quilômetro da baía da Vitória. Em Seul, na Coreia do Sul, a chegada de 2014 foi celebrada com 33 badaladas de um tradicional sino de ouro que data do século XV.

Dubai, a cidade que é a principal candidata à sede da Exposição Universal de 2020, preparou o maior espetáculo pirotécnico da Terra. Cerca de 400 mil projéteis foram queimados na ilha artificial de Palm Jumeirah e iluminaram  o céu da capital dos Emirados Árabes Unidos. Com o grandioso show, o país espera entrar para o livro Guinness dos recordes.

Na França, cerca de 9 mil policiais, bombeiros e militares foram mobilizados para garantir a segurança das festas. Em Paris, não há queima de fogos, mas mais de 300 mil pessoas devem celebrar a chegada do ano na avenida Champs-Elysées, na praça Trocadéro e no parque Champ-de-Mars - ambos ficam na região da torre Eiffel.

Homenagem à Mandela

A Cidade do Cabo, na África do Sul, preparou uma grande homenagem ao líder da luta contra o apartheid, Nelson Mandela, que faleceu no começo deste mês. Um show, fogos de artifício, além de uma retrospectiva em 3D que será projetada na fachada da prefeitura, estão previstos para comemorar a chegada de 2014 e a memória do Nobel da Paz ao país.

Reveillon das Américas

O famoso réveillon do Rio de Janeiro deve reunir 2,3 milhões de pessoas nas areias de Copacabana. De acordo com a prefeitura da capital carioca, a queima dos fogos de artifício vai durar 16 minutos.

Em Nova York, um milhão de pessoas celebram na Times Square a tradicional descida da bola de cristal que dura 60 segundos. O reveillon da megalópole é um dos mais célebres em todo o mundo.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.