Acessar o conteúdo principal
França

Estudo mostra que franceses são cada vez mais solitários

Áudio 07:43
Solidão e isolamento social faz parte do cotidiano de 1 em cada 8 franceses.
Solidão e isolamento social faz parte do cotidiano de 1 em cada 8 franceses. Flickr/ Creative Commons
10 min

Uma pesquisa da Fundação da França revela que um em cada oito franceses são sozinhos. O estudo também mostra que a situação se agrava com a idade, mas que o problema atinge cada vez mais jovens do país.

Publicidade

Participação especial de Rhossane Lemos para RFI

De acordo com a pesquisa, mais de 12% dos franceses afirmam não possuir relações sociais em família, no trabalho, entre amigos, conhecidos e nem com vizinhos. E esse número não parou de crescer nos últimos anos. De 2010 para cá, o grupo dos solitários aumentou em um milhão de pessoas no país. A situação é ainda mais difícil quando a idade avança. Um em cada quatro idosos maiores de 75 anos é sozinho.

Mas não é somente a terceira idade que sofre com esse mal. A pesquisa mostra que a solidão entre os jovens adultos de 18 a 29 anos praticamente dobrou desde 2010. Segundo o psiquiatra Eliezer Cordeiro, as exigências do mundo moderno e os novos vínculos de família estimulam o problema entre os jovens. “O número de divórcios aumentou consideravelmente e as crianças se sentem um pouco largadas. As famílias francesas trabalham muito, saem cedo e chegam à noite, então as crianças já vão para a escola muito cedo, com dois anos de idade. Os pais, especialmente as mães, não têm tempo para dar conta de tudo e os jovens se sentem realmente largados”, conclui.

O estudo mostra ainda que 40% dos franceses encontram a família cerca de uma vez por ano. No ambiente profissional, uma em cada cinco pessoas não consegue ser sociável. Além disso, os solitários também não se interessam pelas redes sociais, pois 80% deles não têm contas no Facebook ou Twitter, por exemplo.

A situação da solidão na França vai piorar. Os números sinalizam que um em cada 3 franceses deve se tornar um solitário nos próximos anos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.