Acessar o conteúdo principal

Le Monde informa sobre desvio de R$ 25 milhões na Cruz Vermelha Brasileira

Cruz Vermelha Brasileira
2 min

Durante várias horas, neste sábado (26), o site do Le Monde manteve em destaque entre as principais manchetes do dia o desvio de dinheiro dos cofres da Cruz Vermelha Brasileira, um escândalo de R$ 25 milhões. Le Monde explica que "o dinheiro proveniente de doações e fundos públicos, que eram destinados a campanhas humanitárias entre 2010 e 2012, foi desviado por três filiais da entidade localizadas no Ceará, Maranhão e Rio de Janeiro".

Publicidade

O desvio foi descoberto pela consultoria britânica Moore and Stephens, durante uma auditoria internacional nas contas da organização. Os documentos comprovando a fraude foram entregues à justiça brasileira, que dará continuidade à investigação.

Le Monde reproduz um comunicado da Cruz Vermelha no Brasil, no qual a direção da entidade afirma que cobrará punição dos responsáveis das filiais onde foram constatadas as irregularidades. A Cruz Vermelha também estuda medidas judiciais para obter indenização pelo prejuízo que o desvio causou à imagem da organização na opinião pública.

O dinheiro desviado no Brasil seria utilizado em três campanhas: às vítimas do tsunami de 2011 no Japão, às vítimas das inundações em Petrópolis e aos refugiados do conflito na Somália.

Na nota oficial assinada pelo presidente da entidade, Paulo Roberto Costa e Silva, a Cruz Vermelha afirma que as pessoas que desviaram os R$ 25 milhões "não entenderam nada do princípio básico que norteia as ações da organização, que é o de oferecer ajuda humanitária no interesse do próximo".

O escândalo também foi informado pelos jornais Les Echos e Ouest France.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.