Economia/França

Sob pressão, França apresenta projeto de orçamento para 2015 à Comissão Europeia

Ministro francês das Finanças, Michel Sapin, recusa-se a fazer mais esforços no projeto de orçamento da França para 2015.
Ministro francês das Finanças, Michel Sapin, recusa-se a fazer mais esforços no projeto de orçamento da França para 2015. REUTERS/Charles Platiau

Nesta quarta-feira (15), os governos europeus apresentam à Comissão Europeia seus projetos de orçamento para 2015. A França está sendo alvo da reprovação de Bruxelas e de diversos países da zona do euro por não cumprir seus compromissos com o pacto de estabilidade do bloco.

Publicidade

Antes mesmo de apresentar o projeto, o ministro francês das Finanças, Michel Sapin, excluiu a possibilidade do país fazer esforços suplementares no projeto do orçamento de 2015. Uma posição considerada como um insulto pela Comissão Europeia e diversos países da zona do euro, para os quais Paris está transgredindo novamente as regras orçamentárias europeias e os compromissos firmados com a União há alguns meses.

A França prometeu reduzir seu déficit público para 3% do PIB em 2015 e baixar o déficit estrutural entre 0,1 e 0,2%. Ora, os dados atuais demonstram que a promessa está bem longe de ser cumprida: hoje, o déficit público está na casa dos 4,3%. Se continuar neste ritmo, o objetivo só poderá ser atingido em 2017.

O problema é que, em 2013, a França já obteve um prazo suplementar de dois anos para cumprir a meta e tudo indica que será o último país da zona do euro a atingir o objetivo.

Entre as vozes que expressam sua insatisfação está o presidente do Bundesbank, o banco central alemão, e ex-conselheiro da chanceler Angela Merkel, Jens Weidman. Ele exige que a França seja punida, argumentado que, em caso contrário, a credibilidade das regras europeias será seriamente afetada.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI