Acessar o conteúdo principal
Imprensa francesa

Seca no Brasil provoca escassez de café e preocupa mercado europeu

Lavoura de café do sudeste brasileiro.
Lavoura de café do sudeste brasileiro. Flickr/ Daniel Mitsuo
2 min

A alta nos preços do café no mercado internacional, provocada pela seca prolongada no Brasil, recebe destaque na edição desta segunda-feira (29) do jornal Les Echos.

Publicidade

A seca histórica que atingiu o Brasil em 2014, e também ameaça a safra de 2015, fez o preço do café aumentar 50% desde janeiro, constata o diário Les Echos. Entre as matérias-primas de exportação, o café foi o produto que mais encareceu no último ano, segundo o jornal especializado em economia. A saca de café arábica chegou a atingir um pico de US$ 221,90 em outubro, depois caiu para US$ 170, mas esse preço ainda é considerado elevado.

Além da seca, os cafeicultores do Paraná também enfrentaram problemas com geadas, relata Les Echos. A produção no Estado caiu de dois terços em relação a 2013, contribuindo para a escassez do produto e a alta dos preços.

Os operadores de mercado estão convencidos que a seca vai se prolongar no Brasil, no ano que vem, e já prevêm a falta do cafezinho na mesa dos consumidores, destaca Les Echos. O jornal lembra que o Brasil é o primeiro produtor e exportador mundial de café. A esperança das autoridades brasileiras é o café robusta, menos afetado pelas oscilações climáticas do que o arábica.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.