Imprensa

França, Alemanha, Ucrânia e Rússia retomam discussões sobre paz no domingo

François Hollande, Angela Merkel e Vladimir Putin, em Moscou, 6/2/15.
François Hollande, Angela Merkel e Vladimir Putin, em Moscou, 6/2/15. REUTERS/Maxim Zmeyev

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin; da Ucrânia, Petro Porochenko; da França, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, retomam no domingo (8), as discussões sobre a paz no leste da Ucrânia. A reunião telefônica vai dar continuidade às negociações iniciadas na noite de sexta-feira (6), em Moscou, cujos detalhes não foram revelados. O assunto foi destaque dos principais jornais franceses.

Publicidade

Merkel e Hollande se deslocaram até o Kremlin, onde foram recebidos por Putin. As discussões avançaram durante a noite de sexta-feira, mas sem conclusões. O objetivo, segundo o presidente francês, é “evitar uma guerra total” no leste da Ucrânia, entre militares e separatistas pró-Rússia.

“As discussões foram produtivas e substanciais”, declarou o porta-voz do governo russo, Dmitri Peskov, citado pelo jornal Le Monde. Ele acrescentou a possibilidade de um “documento comum” integrando as proposições franco-alemãs e as condições impostas pelas partes russa e ucraniana. Um “balanço provisório” será estabelecido neste domingo, após a conferência telefônica entre os quatro líderes, informou Peskov.

“A iniciativa de paz franco-alemã acontece após semanas de novos combates violentos na região de Donbass e no momento em que os Estados Unidos também se questionam sobre a necessidade de fornecer armas ao exército ucraniano”, lembra o jornal Libération.

Para o jornal Figaro, é como “uma partida de xadrez”. Os Estados Unidos, segundo o diário conservador, também está no quadro, “imediatamente atrás do que parece uma divisão coordenada de papeis entre Alemanha e França”. Obama e sua equipe estariam cuidadosamente exercendo pressão máxima, “ao evocar cada vez mais ruidosamente a hipótese de fornecer armas à Ucrânia”.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.