Cultura

O que fazer em Paris no Natal?

Áudio 07:29
Decoração do Palácio do Eliseu, sede do governo francês, no centro de Paris.
Decoração do Palácio do Eliseu, sede do governo francês, no centro de Paris. REUTERS/Charles Platiau

Dezembro, época das esperadas festas de Natal e Ano Novo, Paris se transforma e vira um espetáculo à parte. Além das iluminações que fazem brilhar ainda mais a Ville Lumière ou, em português, a Cidade Luz oferece muitas opções de lazer e passeios típicos desta época do ano. A RFI saiu às ruas da capital francesa para descobrir quais são os programas favoritos dos parisienses e turistas neste fim de semana do Natal.

Publicidade

Nossa primeira parada não poderia ser em outro lugar: a torre Eiffel. No Champ de Mars, o parque que abriga a “Dama de Ferro”, um mercado de Natal, ou marché de Noël, em francês, convida turistas do mundo inteiro a degustar pratos e petiscos típicos e conta também com lojas de produtos artesanais e até mesmo uma pista de patinação no gelo.

No local, encontramos a paranaense Patricia Gomes Komniski Sampaio que, depois dos ataques de 13 de novembro, quase chegou a cancelar a viagem a Paris. Com a família, ela visitou pela primeira vez um mercado de Natal na capital francesa.

“No Brasil não temos mercado de Natal. E esse da torre Eiffel está bem variado, com comidas típicas muito gostosas e as decorações das bancas são lindas! Estava um pouco receosa no começo e, depois dos atentados, quase deixei de vir a Paris. Mas estou gostando demais, está tudo ótimo e muito calmo”, disse.

Papai Noel diante da igreja Notre Dame, no 4° distrito de Paris
Papai Noel diante da igreja Notre Dame, no 4° distrito de Paris REUTERS/Jacky Naegelen

Mercado de Natal na Champs-Elysées

A capital francesa conta com mais de quinze mercados de Natal, mas o maior deles é o da avenida mais famosa do mundo, a Champs-Elysées. No total, ao longo de 2,5 km, a atração abriga 200 comércios, entre lojas, restaurantes, mais de 400 árvores de Natal e uma pista de patinação.

A paulistana Wanderlucy Czeszak mora em Paris há dez meses e visitava um mercado de natal pela primeira vez com a família quando conversou com a RFI. “É tudo muito legal, desde as comidas francesas típicas de Natal, que são muito diferentes, até as pistas de patinação no gelo. É interessante que essa estrutura do marché de Noel lembra muito a festa junina no Brasil, tem um clima de quermesse. Estamos adorando!”

Roda gigante na praça da Concorde

Pertinho do mercado de Natal da Champs-Elysées, na praça da Concorde, está a roda gigante de Paris, a Grande Roue. Com 65 metros de altura e 48 compartimentos, ela foi decorada com os rostos de jogadores dos 24 países que participarão da Eurocopa 2016, que será realizada na França no próximo ano.

Ao descer da Grande Roue, a francesa Saty, da cidade de Orléans, não escondeu seu entusiasmo. “Lá de cima, temos uma super vista! No começo, eu tive medo, porque realmente é muito alto. Mas, depois, na segunda volta da roda gigante, fiquei mais tranquila e aproveitei demais. Estou morrendo de vontade de voltar e dar mais uma volta! Eu recomendo essa experiência a todos. Enfim, é genial!

Saty deixou um recado para os turistas brasileiros que hesitam em vir a Paris depois dos atentados: “Venham a Paris, é muito legal, muito bonito! Apesar do que aconteceu no dia 13 de novembro, não tenham medo de passear aqui. É preciso seguir em frente, pensar positivo, aproveitar a vida. Et, voilà, viva Paris!

A roda gigante da praça da Concorde, no 8° distrito de Paris.
A roda gigante da praça da Concorde, no 8° distrito de Paris. REUTERS/John Schults

Vitrines do boulevard Haussmann

Terminamos nosso giro pela Paris natalina diante das famosas vitrines do Boulevard Haussmann, onde ficam as Galeries Lafayette e o Printemps, o magazine mais antigo da capital francesa. Neste ano, pela primeira vez, as decorações das vitrines do Printemps são animadas. Já as Galeries Lafayette entram no clima da estreia do novo Star Wars e exibem uma decoração cósmica.

Mas fugir do clima do Natal não agrada a todos, como nos conta a parisiense Melek. “As vitrines estão muito lindas, como sempre. Mas, quando eu era criança, há 10, 15 anos, elas eram eram mágicas. Eu gostei, achei bonito, mas não é mais como antes. Talvez porque eu tenha envelhecido também. Mas, claro, elas são muito bonitas.”

Programação segue até início de janeiro

Os mercados de Natal, as pistas de patinação no gelo e as vitrines do boulevard Haussmann podem ser frequentadas até a primeira semana de janeiro. Já a roda gigante permanece na Praça da Concorde até o dia 26 de setembro de 2016.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.