Acessar o conteúdo principal
Imprensa / Refugiados / Crise migratória / União Europeia

Imprensa francesa reflete tensão migratória no Dia Mundial do Refugiado

Crise migratória é destaque na imprensa francesa, 20 de junho de 2018
Crise migratória é destaque na imprensa francesa, 20 de junho de 2018 Fotomontagem RFI
Texto por: RFI
3 min

A versão francesa do jornal americano online Huffpost publicou as imagens do fotógrafo John Moore, ganhador de um Pulitzer, onde vemos duas meninas assustadas, grudadas à mãe, na fronteira entre México e Estados Unidos. Outra foto de Moore rodou o mundo nos últimos dias: nela vemos uma criança de dois anos aos prantos enquanto vê sua mãe sendo revistada pelos policiais americanos.

Publicidade

“Acabei tirando poucas fotos porque fui invadido pela emoção”, contou o fotografo ao jornal online Huffpost. Após 10 anos fotografando a vida nessa fronteira “vi muita coisa, mas desta vez foi diferente, pois eu sabia o que ia acontecer, estava ciente que famílias estavam prestes a ser separadas, já elas não suspeitavam de absolutamente nada”, contou John Moore.

A tensão sobre a questão migratória não para de crescer. Os jornais franceses usaram formas diferentes para descrever a situação. A Charante Libre fala de uma obsessão, o Républicain Lorrain chama de desafio, Le Figaro usa o termo pressão. Na versão online do Figaro três tribunas criticam a ação de ONGs pró-migrantes, lembrando que não é função delas ditar o futuro das nações europeias.

Tempo para pensar

O jornal La Croix, pede em seu editorial de hoje, o fim da escalada verbal. O diretor da publicação, Guillaume Goubert, diz que “é preciso se permitir uma pausa para ir além do que é discutido pela mídia e ter a real noção do peso de algumas mudanças”. “Infelizmente, a ideia de um mundo aberto, construído em um espirito de cooperação, está rachando. Tudo acontece como se alguns líderes políticos não se preocupassem mais sobre essa escalada. Na questão da migração, a desumanidade parece não se esconder mais”, afirmou.

O jornal La Voix du Nord lembrou do risco da perda dos valores fundamentais europeus. Para a publicação, são esses principios que fazem com que países possam se olhar no espelho sem um pingo de vergonha. Já o jornal L’Opinion lembra que a discussão atual é totalmente paradoxal. O número de migrantes tentando chegar à Europa caiu vertiginosamente. Em 2015, 1 milhão de pessoas chegaram ao continente contra 40 mil no primeiro semestre deste ano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.