Acessar o conteúdo principal

Estados Unidos devem proibir viagens partindo do Brasil, diz assessor de Trump

O presidente Jair Bolsonaro é contra o confinamento por conta do impacto econômico
O presidente Jair Bolsonaro é contra o confinamento por conta do impacto econômico REUTERS - ADRIANO MACHADO
Texto por: RFI
2 min

Os Estados Unidos estão se preparando para anunciar uma proibição de viagens a partir do Brasil, um dos países atualmente mais atingidos pela pandemia de coronavírus, afirmou, neste domingo (24), um assessor do presidente americano, Donald Trump.

Publicidade

"Acredito que hoje teremos uma nova decisão em relação ao Brasil, como fizemos com o Reino Unido, Europa e China, e esperamos que seja temporária", disse Robert O'Brien, consultor de segurança nacional dos Estados Unidos, em entrevista ao programa "Face the Nation" da CBS."Devido à situação no Brasil, vamos tomar todas as medidas necessárias para proteger o povo americano", acrescentou.

Os Estados Unidos interromperam as viagens a partir da China, Europa e Grã-Bretanha à medida que o vírus se espalhava nessas áreas. A América Latina se tornou o último epicentro da Covid-19, e o Brasil é o segundo país mais afetado do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos em número de casos.

Brasil e Estados Unidos são campeões de casos

Os EUA registraram 1.127 novas mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 97.048 falecimentos desde o início da pandemia, segundo contagem feita às 20H30 locais (21H30 de Brasília) deste sábado (23) pela Universidade Johns Hopkins. Os EUA registram 1.621.658 casos confirmados, de acordo com a universidade com sede em Baltimore.

Já o Brasil registra um total de 21.048 vítimas fatais, o que o coloca na sexta posição no mundo. Com um total de 330.890 contaminações, incluindo 20.803 nas últimas 24 horas, substituiu a Rússia (326.488 casos) na 2ª posição em termos de número de casos identificados.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.