Acessar o conteúdo principal

Palestino desarmado é morto pela polícia israelense em Jerusalém Oriental

Um palestino de 32 anos foi morto próximo ao Portão do Leão, entrada da Jerusalém Oriental
Um palestino de 32 anos foi morto próximo ao Portão do Leão, entrada da Jerusalém Oriental AFP/File

Um homem de 32 anos desarmado foi morto pela polícia israelense neste sábado (30) próximo à esplanada das Mesquitas, em Jerusalém Oriental. O assassinato aumentou a tensão, e a esplanada foi fechada. 

Publicidade

Michel Paul

Do correspondente da RFI em Jerusalém

O incidente aconteceu próximo ao Portão do Leão, uma das entradas que leva à parte árabe da cidade antiga de Jerusalém.

O jovem palestino foi morto pela polícia israelense após uma tentativa de abordagem. Em um comunicado, a polícia afirmou que os oficiais suspeitaram que ele carregava uma arma. O homem, identificado como Eyad Al-halaq, teria tentado fugir da abordagem dos policiais, que atiraram. Morto, os policiais confirmaram que Eyad estava desarmado.

A vítima, de acordo com relatos de seus familiares, seria autista e provavelmente não teria entendido a ordem policial. “Ele foi executado”, denunciam seus familiares.

Após a morte de Eyad, a tensão aumentou na região e a esplanada das Mesquitas foi fechada. O movimento palestino Hamas usou o episódio como exemplo da ação “sádica das forças israelenses”.

No Twitter, Saeb Erakat, secretário-geral da Organização de Liberação da Palestina, também denunciou o “assassinato” de um “palestino deficiente” de 32 anos.

A polícia de Israel abriu uma investigação sobre o caso, mas afirma que o incidente aconteceu em meio a uma série de tentativas de atentados contra as forças policiais de Israel.

Na segunda-feira, um palestino que tentou esfaquear um policial israelense em Jerusalém Oriental foi ferido pelas forças de segurança. Na sexta-feira, um palestino foi morto pelo exército israelense quando tentava atropelar soldados ao norte de Ramallah.

A morte deste palestino coloca à prova a reabertura das mesquisas de Jerusalém, prevista para acontecer neste domingo (31) após um longo período fechadas por conta da pandemia da Covid-19.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.