Acessar o conteúdo principal

Para ministra transgênero de Taiwan, a primeira no mundo, sua identidade sexual é "vantagem"

Coronavírus: A Ministra e programadora, Audrey Tang, trans ajuda Taiwan a combater vírus com a criação de inovações digitais para conter a pandemia.
Coronavírus: A Ministra e programadora, Audrey Tang, trans ajuda Taiwan a combater vírus com a criação de inovações digitais para conter a pandemia. AP - Ahn Young-joon
Texto por: RFI
3 min

A ministra do Digital de Taiwan, Audrey Tang, é o primeiro membro de um governo a se declarar abertamente transgênero, uma identidade sexual que, aos seus olhos, é apenas mais uma vantagem.

Publicidade

"Acho que é mais fácil para nós, pois não temos uma visão binária", disse Tang, 39 anos, à agência AFP alguns dias após a Parada do Orgulho Gay em Taipei, no domingo. "Não achamos que metade do planeta seja diferente de nós", estima a ministro do Digital.

Desde a primeira infância, sua vida tem sido incomum. Aos 14 anos, abandonou a escola e dois anos depois criou uma empresa de programação de computadores.

Esta autodidata, considerado uma "anarquista conservadora", fez carreira no famoso Vale do Silício, berço das gigantes digitais, nos Estados Unidos, e retornou a Taiwan como Ministro do Digital.

O governo da presidente Tsai Ing-wen, do Partido Democrático Progressista (PDP), a convocou em 2016, seduzida por sua ausência de rótulo político e por sua visão iconoclasta.

Logo após seu aniversário de 20 anos, a nova ministra mudou seus nomes no registro civil em inglês e chinês, e adotou definitivamente o pronome 'ela'. No entanto, nos documentos administrativos, não mudou de gênero.

O fato de ter vivido sob duas identidades diferentes permite, segundo ela, que a ministra tenha pontos de vista diferentes. Ela garante que "sentimentos contraditórios" e "experiências de vida" lhe permitem ter "maior empatia com pessoas que sofrem de pertencer a minorias". "Não tenho uma posição específica. Tenho todas as posições", diz.

Em seu papel de ministra, Tang também se desvia da norma. Ela vai a pé para o trabalho e tira selfies com os habitantes que lhe pedem. Ela escolheu não ter um ministério físico e prefere ir de pasta em pasta para resolver problemas e dar conselhos.

"Em processo de integração"

Os principais problemas que sua equipe enfrenta são informações falsas e como usar as tecnologias para responder à epidemia de coronavírus.

O governo de Taiwan administrou efetivamente a pandemia, apesar de sua proximidade com a China, onde os primeiros casos surgiram no final de dezembro. A ilha registrou 440 casos e 7 mortes.

Como "anarquista conservadora", Tang diz que não trabalha para o governo nem para o povo, mas serve como uma “ponte” entre os dois.

A ministra considera que a maneira de governar deve ser mudada. Em um mundo em que vídeos virais podem ativar movimentos como a Primavera Árabe ou a questão da luta antirracista, ela afirma que "a própria democracia está democratizando" e defende a participação direta da população na política do governo.

Durante o mandato de Tsai, a China aumentou a pressão econômica, militar e diplomática sobre Taiwan, que considera uma província rebelde, e prometeu um dia assumir o controle, à força.

O sucesso de sua luta de Taiwan contra o coronavírus ganhou reconhecimento internacional.

Para Tang, o sistema democrático de Taiwan foi fortalecido pela pandemia contra o modelo chinês "mais coercitivo". "Acho que a pandemia serviu de amplificador para esses dois modelos diferentes de governança", enfatiza.

Embora ela seja uma das personalidades políticas mais visíveis entre os transgêneros no planeta, ela garante que Taiwan, que é o primeiro país da Ásia a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no ano passado, deve fazer mais em avanços sociais e reconhecer a mudança de sexo no documento no registro de identidade nacional.

Nesse sentido, ela acha que o país "está claramente no caminho da integração".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.