Acessar o conteúdo principal

Macron nomeia Jean Castex, responsável pelo pós-confinamento, ao cargo de premiê

Jean Castex, o novo-primeiro ministro da França
Jean Castex, o novo-primeiro ministro da França AFP - GONZALO FUENTES
Texto por: RFI
2 min

O presidente francês Emmanuel Macron nomeou Jean Castex, prefeito de Prades, cidada localizada no sudoeste da França, ao cargo de primeiro-ministro. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira (3) pelo Palácio do Eliseu, sede da presidência francesa, poucas horas depois de o premiê Édouard Philippe apresentar sua demissão, que foi aceita pelo chefe de Estado francês. 

Publicidade

Jean Castex, 55 anos, pertence ao partido de direita Os Republicanos e trabalhou com o ex-presidente Nicolas Sarkozy, que governou o país entre 2007 e 2012. Em abril, ele foi encarregado de planejar o relaxamento da quarentena na França por conta do coronavírus, que acabou em 11 de maio. Ex-conselheiro de Sarkozy, ele é pouco conhecido do grande público, mas reputado pela sua eficácia.

"Ele é um funcionário completo e polivalente, com desejo de reformar o Estado e conduzir um diálogo tranquilo com as regiões", diz uma fonte ligada ao Eliseu. "Ele é o homem da situação, conhecido pelo seu espírito de união, que saberá colocar em prática as mudanças desejadas pelo chefe de Estado", salientou.

A presidência francesa apresenta Castex como o homem do "fim do confinamento", considerado um sucesso, "convocado em um momento crítico da crise sanitária".

Escolha pessoal de Macron

A nomeação é uma escolha pessoal do presidente, dizem pessoas próximas de Macron. Mesmo sendo da direita, Castex é considerado um herdeiro do "gaullismo social", em referência ao ex-presidente Charles de Gaulle, e um profundo conhecedor da realidade local e territorial.

Segundo o Eliseu, ele já trabalhou no Tribunal de Contas e exerceu mandatos locais como prefeito e conselheiro regional. Um dos assessores que trabalhou com ele o descreve como um homem "simpático, humilde  e que trabalha rapidamente", sendo uma das raras unanimidades no círculo da política francesa.

Castex substitui Édouard Philippe, que estava desde 2017 no cargo, mas apresentou sua demissão. Ele foi eleito prefeito do Havre, na Normandia, no dia 28 de março.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.