Acessar o conteúdo principal

Covid-19: Índia ultrapassa 7 milhões de casos, mas número pode ser maior

Profissionais de saúde verificam os kits de teste de Covid-19 em Hyderabad, Índia, domingo, 11 de outubro de 2020. O número de infectados confirmados na Índia ultrapassou 7 milhões neste domingo.
Profissionais de saúde verificam os kits de teste de Covid-19 em Hyderabad, Índia, domingo, 11 de outubro de 2020. O número de infectados confirmados na Índia ultrapassou 7 milhões neste domingo. AP - Mahesh Kumar A
Texto por: RFI
2 min

A Índia ultrapassou, neste domingo (11), 7 milhões de casos de coronavírus, um número próximo ao registrado pelos Estados Unidos. Com um aumento de quase 75.000 novos casos, o número total de pessoas infectadas subiu para 7,05 milhões no país.

Publicidade

Especialistas acreditam que o balanço real é bem maior: o número de testes realizados no segundo país mais populoso do mundo, com 1,3 bilhão de habitantes, é menor do que em muitos outros Estados.

O número de mortes na Índia - 108.334 até este domingo - permanece, porém, inferior ao dos Estados Unidos, que registrou 214.305 mortes ligadas à Covid-19, e ao do Brasil, que oficialmente tem 2 milhões de casos de contaminação a menos do que a Índia. O número vítimas fatais por coronavírus por 100.000 pessoas é de 7,73 na Índia, em comparação com 64,74 nos Estados Unidos.

Essa baixa mortalidade pode ser explicada pela relativa juventude da população indiana, uma possível imunidade graças a outras doenças e também uma subestimação do número de óbitos. O aumento das contaminações ocorre enquanto o governo indiano continua a suspender as medidas restritivas para estimular a economia, duramente atingida pelo confinamento rígido imposto em março.

Feriado preocupa autoridades

As autoridades temem a próxima temporada de feriados, com grandes multidões se reunindo para cerimônias públicas.Entre a população indiana, muitas pessoas estão preocupadas. "Quando eu saio de casa, vejo muitas pessoas sem máscara", diz Jayprakash Shukla, um funcionário público aposentado de 66 anos. "Talvez estejam cansadas de usar máscaras, mas, se as pessoas não mudarem seus hábitos, será um desastre para o nosso país". A Índia é agora o segundo país com o maior número de contágios, depois dos Estados Unidos, que contabiliza 7,7 milhões.

(Com informações da AFP)

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.