Nobel/economia

Dois americanos e um cipriota britânico ganham o Nobel de economia

Annonce des prix Nobel d'économie 2010, à Stockholm, en Suède décernés aux Américains, Peter A. Diamond (G) et Dale T. Mortense (C) et au Britannico-chypriote Christopher A. Pissarides, le 11 octobre 2010.
Annonce des prix Nobel d'économie 2010, à Stockholm, en Suède décernés aux Américains, Peter A. Diamond (G) et Dale T. Mortense (C) et au Britannico-chypriote Christopher A. Pissarides, le 11 octobre 2010. AFP/ SCANPIX - JANERIK HENRIKSSON

Peter Diamond,de 70 anos, Dale Mortensen, 71 e o pesquisador Christopher Pissarides, nascido no Chipre, analisaram as contradições entre oferta e demanda de emprego no mercado de trabalho

Publicidade

Dois norte-americanos e um cipriota-britânico ganharam nesta segunda-feira o Prêmio Nobel de Economia 2010 por um trabalho que explica como as políticas e normas reguladoras afetam o desemprego, o emprego e salários. Os premiados vão receber 1,5 milhão de dólares. Os americanos Peter Diamond,de 70 anos, Dale Mortensen, 71 e o pesquisador Christopher Pissarides, nascido no Chipre, foram recompensados por terem desenvolvido uma análise dos mercados e as dificuldades da relação entre oferta e demanda especialmente no mercado de trabalho.

Os estudos do trio demonstram, por exemplo, que "quanto maior o valor do seguro desemprego, maior é a taxa de desemprego é elevada e a busca por trabalho mais longa". Segundo o comitê do prêmio Nobel, o trabalho dos economistas deram respostas a perguntas como a influência da política econômica sobre desemprego e porque há tantas pessoas desempregadas quando, ao mesmo, há tantas ofertas de emprego.

A teoria econômica clássica parte do princípio que o preço é o fator de ajuste entre a oferta e a demanda que devem se ajustar sem dificuldades. Mas isso não se verifica na vida real, escreveu o Comitê do prêmio. Os três economistas criaram a teoria batizada de DMP, as iniciais dos nomes deles, que comprovam que a análise clássica é cheia de imperfeições.

Diamond, por exemplo, demonstra com estudos desde os anos 70 que muitos vendedores ajustam seus preços levando em consideração as dificuldades dos compradores em suas buscas. Mortensen e Pissarides desenvolveram a teoria e a adaptaram ao mercado de trabalho. Mas, afirma o Nobel, suas pesquisas desenvolvidoas nos anos 70 e 80 também se aplicam a outros mercados, como o imobiliário.  O anúncio do prêmio confirma a ampla dominação dos americanos como vencedores do Nobel de economia. Dos 87 vencedores, 46 são americanos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.