Mineiros/Chile

Presidente chileno propõe que mineiros formem time de futebol

O mineiro boliviano, Carlos Mamani, já recebeu alta e voltou para casa.
O mineiro boliviano, Carlos Mamani, já recebeu alta e voltou para casa. Reuters

O presidente Sebastian Piñera propôs que os 33 trabalhadores que ficaram 69 presos na mina San José, no deserto do Atacama, joguem um amistoso contra um grupo de socorristas no dia 25 de outubro. Três deles deixaram o hospital nesta sexta-feira.

Publicidade

O presidente chileno Sebastian Piñera visitou os 33 mineiros nesta quinta-feira no hospital de Copiapó, no deserto do Atacama, e propôs um desafio aos trabalhadores: formar um time de futebol para jogar um amistoso contra uma equipe de socorristas no dia 25 de outubro. Piñera, que acompanhou durante 22 horas o resgate dos mineiros na mina de San José, tenta capitalizar politicamente cada segundo ao lado dos novos heróis do Chile, que estão, de uma maneira geral, em bom estado de saúde.

Três deles já deixaram o hospital: Juan Illanes, Carlos Mamani, o único boliviano do grupo, e Edison Pena. Juan, ao chegar em casa, disse que agora precisa de um pouco de tranquilidade. "Não tenho outra solução, vou continuar a trabalhar como mineiro. Mas se eu puder viver de outra coisa, vou mudar de trabalho. É muito duro."

Um segundo grupo deve deixar o hospital ainda hoje. O caso mais grave é o de Mario Gomez, de 63 anos, que sofre de pneumonia aguda. No próximo domingo, eles podem visitar o Acampamento Esperança, nome dado ao local onde as famílias ficaram alojadas e acompanharam o drama dos mineiros, confinados durante 69 dias em um refúgio a cerca de 700 metros de profundidade. O governo chileno anunciou que poderá fechar a mina.

Segundo o presidente chileno, o resgate dos trabalhadores foi acompanhado ao vivo por cerca de um bilhão de pessoas. Grupos de mídia estão dispostos a pagar milhares de dólares por entrevistas exclusivas, mas jornalistas chilenos brigam para que eles falem primeiro com a imprensa do país. A vida dos homens tratados como heróis no Chile deve demorar a voltar ao normal. A história deles também deve virar filme. O diretor chileno Rodrigo Ortúzar, que registrou imagens durante a operação de salvamento, já está preparando o longa-metragem. O título provisório é “Los 33.”

Brasil decide avaliar segurança nas minas

O governo brasileiro decidiu realizar uma avaliação da segurança nas minas do país depois do acidente com os 33 mineiros. O ministro das Minas e Energia, Marcio Zimmerman, pediu uma revisão das regras estabelecidas para a atividade e uma verificação da sua aplicação. Segundo o ministro, o Brasil tem 64 minas, algumas com a mesma profundidade da de San José.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.