Pouso de emergência

Companhia aérea Qantas tem pane em outro avião, desta vez um Boeing

Um aparelho A380 da companhia australiana Qantas realizou um pouso de emergência em Cingapura, depois de apresentar problemas no motor.
Um aparelho A380 da companhia australiana Qantas realizou um pouso de emergência em Cingapura, depois de apresentar problemas no motor. Reuters

Um Boeing 747-400 da companhia australiana Qantas Airways teve que retornar ao aeroporto de Cingapura pouco depois da decolagem, nesta sexta-feira, por causa de problemas no motor. O incidente ocorre no dia seguinte ao pouso de emergência de outro avião da Qantas, um Airbus A330, no mesmo aeroporto.

Publicidade

Um passageiro que estava dentro do Boeing disse a jornalistas que viu chamas saindo do reator da aeronave logo após a decolagem e ouviu o barulho de uma pequena explosão. Outro passageiro contou que não houve pânico dentro do avião, mas a tripulação pediu que todos abaixassem as cabeças durante vinte minutos. Foi o tempo necessário para gastar o combustível, um procedimento comum em pousos de emergência. Segundo a Qantas, a aterrissagem no aeroporto de Changi ocorreu de forma tranquila. O avião tinha 412 passageiros à bordo e 16 tripulantes.

Sobre o incidente de quinta-feira com um dos seus superaviões A380 da Airbus, o diretor geral da companhia aérea australiana, Alan Joyce, declarou que houve um problema de fabricação ou uma falha de uma parte do motor, e não um problema de manutenção. Um dos quatro motores da aeronave explodiu após a decolagem de Cingapura para Sidney, na Austrália. Ninguém ficou ferido, mas o susto foi grande para os 459 passageiros e tripulantes à bordo.

A Qantas suspendeu momentaneamente os voos de todos os seus Airbus A380, assim como a Singapura Airlines. A Airbus emitiu um comunicado confirmando o defeito na aeronave e dispondo-se a dar todas as comunicações técnicas para a agência francesa que investiga acidentes aéreos (BEA).

Esse foi o incidente mais grave até agora envolvendo o maior avião de passageiros do mundo, em operação desde 2007.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.