Ciências

Uso de paracetamol na gravidez pode pôr em risco saúde de bebês

Paracetamol pode prejudicar saúde de bebês do sexo masculino durante gravidez.
Paracetamol pode prejudicar saúde de bebês do sexo masculino durante gravidez. commons.wikimedia.org

Considerado um dos medicamentos mais seguros para o uso durante a gestação, o paracetamol e outros analgésicos ingeridos durante a gravidez pode trazer riscos à saúde de bebês do sexo masculino, segundo um estudo realizado por pesquisadores europeus.

Publicidade

Publicado na revista europeia Human Reproduction, o estudo, realizado por pesquisadores franceses e dinamarqueses, mostra que o uso durante a gravidez de medicamentos antálgicos leves, como o paracetamol, a aspirina ou o ibruprofeno, aumenta o risco de infertilidade nos filhos de sexo masculino.

Isso acontece porque o consumo de antálgicos, especialmente no segundo trimestre da gravidez, está associado a um grande aumento do risco de criptoquirdia, uma anomalia do sistema reprodutor masculino, na qual o testículo permanece em posição abdominal e não desce para a bolsa escrotal.

Isso pode resultar em má qualidade do semen e, consequentemente, infertilidade e câncer do testículo na idade adulta. O risco de criptoquirdia aumenta se a mãe toma doses elevadas de antálgicos, mistura dois tipos de medicamentos ou usa-os durante um período prolongado.

O estudo foi realizado com mulheres grávidas da Dinamarca, país que registra o maios número de casos de criptoquirdia na Europa, e confirmado por pesquisas com ratos de laborátorio efetuadas na França.

O professor Bernard Jégou, especialista em reprodução humana e um dos coordenadores do estudo, afirma que essas conclusões são sinais de alarme e que agora é necessário realizar pesquisas mais amplas com outras populações.

Ele avalia que as autoridades sanitárias devem tomar em consideração esses trabalhos para verificar se será necessário modificar as recomendações sobre o uso de antálgicos durante a gravidez.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.