Incidente/Mineração

Explosão em mina na Nova Zelândia deixa entre 27 e 36 desaparecidos

Tragédia na Nova Zelândia após explosão de uma mina na costa oeste do país.
Tragédia na Nova Zelândia após explosão de uma mina na costa oeste do país. Reuters

Trabalho de equipes de socorro teve que ser suspenso por causa de risco de nova explosão. Dois homens sobreviveram. Atividade de exploração da mina de carvão havia começado há pouco mais de um ano.

Publicidade

A polícia neozelandesa informou que 36 mineiros trabalhavam na mina Pike River, a 120 metros de profundidade, no momento da explosão, de acordo com o número de etiquetas fixadas no quadro de serviço. Já a direção da empresa de mineração Peter Whittall afirma que são 27 pessoas desaparecidas.

O incidente aconteceu às 16 horas desta sexta-feira (horário local), na costa oeste de uma ilha da Nova Zelândia, onde existe uma maioria de minas a céu aberto.

Segundo a direção da mina, não houve contato com os homens que estavam debaixo da terra e ainda não se sabe o motivo da explosão. Segundo os dois únicos sobreviventes, três outros mineiros tentavam subir à superfície, mas eles não foram encontrados.

A explosão provocou um corte do sistema elétrico que alimenta a ventilação do local. Isso complica o trabalho das equipes de socorro especializadas em resgates subterrâneos, que não puderam descer dos helicópteros por causa de um risco de uma nova explosão.

Famílias das vítimas estão próximas ao local aguardando notícias. O prefeito de Grey District, um vilarejo próximo à mina, disse à imprensa que está com os dedos cruzados, mas que o pressentimento não é bom.

"O governo fará de tudo para salvar os mineiros. Nossa prioridade é tirá-los de lá", afirmou o ministro de Minas da Nova Zelândia, Gerry Browlee.

A mina Pike River é explorada há pouco mais de um ano pela empresa Nova Zelândia Óleo e Gás e pelos grupos indianos Gujarat NRE Coke e Saurashtra Fuels Private. Uma série de problemas técnicos atrasou o início da exploração de um ripo de carvão destinado à siderurgia. O túnel de acesso tem um comprimento de 2,4 quilômetros.

A última grande tragédia de minas de carvão na Nova Zelândia foi registrada há 43 anos, quando a explosão em um mina na mesma região matou 19 pessoas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.