Economia/Perspectivas

Franceses são campeões do pessimismo sobre a economia em 2011

Para 49% dos brasileiros, 2011 será um ano de prosperidade econômica.
Para 49% dos brasileiros, 2011 será um ano de prosperidade econômica. REUTERS/Kim Kyung-Hoon

A crise econômica nos países desenvolvidos sopra um vento de pessimismo sobre os europeus nesse início de 2011. Em compensação, nos países emergentes da América do Sul, da África e da Ásia, o clima chega a ser de euforia.

Publicidade

Segundo a pesquisa BVA Gallup realizada em 53 países, com 64 mil pessoas, no Brasil, na Índia e na China 49% dos entrevistados acreditam que 2011 será um ano de prosperidade econômica. O otimismo predomina no espírito de brasileiros, indianos e chineses, a ponto deles acreditarem também que sua situação profissional vai melhorar este ano. Nesses países, apenas 14% dos entrevistados preveem dificuldades em 2011.

Atualmente, o país mais otimista do planeta é o Vietnã, com 70% dos vietnamitas confiantes nas perspectivas econômicas. Na Nigéria, o clima beira a euforia, com 80% dos entrevistados se projetando numa situação pessoal melhor este ano. Até em países devastados pela guerra, como o Afeganistão e o Iraque, poucos acreditam numa degradação das condições de vida - 14% no caso dos afegãos e 12% para os iraquianos.

Ao contrário dos países emergentes e das nações em desenvolvimento, mais pobres e com um índice de crescimento elevado, os europeus estão com o moral baixo: 38% preveem um ano difícil, 45% acham que nada vai mudar e apenas 15% acreditam numa melhora da conjuntura.

Mais uma vez, a França fica com o troféu de campeã do mundo do pessimismo, com 61% dos franceses antevendo dificuldades econômicas em 2011, contra 52% dos ingleses, 48% dos espanhois e 41% dos italianos. Os alemães, satisfeitos com a recuperação do país em 2010, são apenas 22% a imaginar um ano de dificuldades. O desemprego é a maior preocupação nos países europeus.

Já nos Estados Unidos e no Canadá, a pesquisa aponta um dado curioso. A maioria dos americanos e canadenses se mostram pessimistas quanto à situação econômica no mundo, mas 45% pensam que, pessoalmente, sua situação vai melhorar em relação a 2010.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.