Iraque/violência

Ataques no Iraque matam 25 pessoas, entre elas 5 americanos

Ataques em Bagdá visam militares
Ataques em Bagdá visam militares Reuters

Nesta segunda-feira, os Estados Unidos contabilizaram o maior número de mortos do Exército americano no Iraque nos últimos dois anos. Cinco militares americanos morreram durante um ataque com morteiros contra a base militar de Camp Victory, na periferia da capital Bagdá.

Publicidade

Já chega a 4.450 o número de militares americanos mortos no Iraque desde a invasão do país em 2003

Outros ataques registrados nesta segunda-feira deixaram pelo menos 20 mortos. Oito deles em Bagdá e em Ramadi.

No centro de Tikrit, a 160 quilômetros da capital, um veículo explodiu próximo ao palácio do antigo regime, onde era feita a troca da guarda nesta manhã. O ataque deixou 12 mortos (nove militares e três civis) e 20 feridos.

No mesmo local se localiza uma mesquita que foi alvo de um ataque na última sexta-feira. Dezenove pessoas morreram e 72 ficaram feridas.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.