Afeganistão

Retirada de soldados estrangeiros faz afegãos temerem volta dos talibãs

Militares franceses no Afeganistão.
Militares franceses no Afeganistão. Reuters

O anúncio da retirada das tropas francesas do Afeganistão é a manchete principal do jornal conservador Le Figaro desta sexta-feira. O anúncio, feito pelo presidente francês Nicolas Sarkozy duas horas após a decisão do presidente Barack Obama de também repatriar seus soldados do país, mostra que Paris segue os passos de seu aliado americano.

Publicidade

Dez anos após a intervenção militar no Afeganistão, a França dá início à sua retirada do país, escreve o Le Figaro, informando que mil homens deixarão o solo afegão até o final do ano que vem. Em entrevista ao jornal, especialistas disseram temer a volta do regime talibã que ainda tem grande poder de incomodar as autoridades de Cabul. Apesar de as força estrangeiras terem eliminado muitos líderes do movimento rebelde, a insegurança aumentou em várias cidades e muitos chefes tribais e redes criminosas ligadas à Al Qaeda avançam em regiões remotas do país, constata o Le Figaro.

Baccaleaureat
O jornal Libération dedica sua reportagem principal às fraudes que ameaçam o Baccaleaureat, o famoso diploma que os estudantes franceses devem conquistar ao terminar o ensino médio e documento obrigatório para entrar na faculdade. O vazamento de uma questão da prova de matemática, publicada na internet por dois irmãos na véspera da prova, é apenas uma das várias fraudes que fragilizam o exame, escreve o jornal. Nunca tantos incidentes vieram abalar a credibilidade desse diploma sagrado, afirma o Libération. Apesar de que apenas 5 pessoas tiveram acesso à questão vazada na internet, as reações mostraram que uma reforma do exame tornou-se fundamental, conclui o jornal.

Economia
O econômico Les Echos dedica sua manchete às repercussões negativas dos mercados diante do acúmulo de incertezas sobre a economia dos Estados Unidos e da Europa. A crise grega continua alimentando a desconfiança dos investidores e aumenta a tensão no sistema interbancário europeu, constata o diário econômico. Já nos Estados Unidos, são os índices negativos de desemprego e do setor imobiliário que semeiam o temor de uma recaída da atividade econômica do país, diz o Les Echos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.