Ásia/Terremoto

Dezenas de pessoas morrem em terremoto na Índia, Nepal e Tibete

Os estragos causados por um terremoto na cidade de Bhaktapur, no Nepal
Os estragos causados por um terremoto na cidade de Bhaktapur, no Nepal Reuters
Texto por: RFI
2 min

Equipes de socorro lutam contra chuvas torrenciais e deslizamentos de terras para socorrer as vítimas de um terremoto que atingiu a região nordeste na Índia e países próximos da cordilheira do Himalaia, neste domingo. Várias regiões estão sem energia elétrica e telefone. O premiê indiano convocou uma reunião de emergência.

Publicidade

Na tarde desta segunda-feira, foram confirmados 63 mortos, a maioria na Índia mas também nos vizinhos Nepal e Tibete. O epicentro do tremor de 6,9 na escala Richter, registrado por volta das 18 horas, no horário local, foi na fronteira da Índia com o Nepal. Segundo o Instituto Geológico Americano, tremores foram sentidos a mais de mil quilômetros de distância, inclusive no Butão.

Os responsáveis pelo trabalho de resgate dizem que o número de vítimas deverá aumentar na medida em que as equipes de resgate conseguirem chegar às áreas atingidas. Em Gangtok, capital do estado indiano de Sikkim, milhares de pessoas dormiram nas ruas, com medo das réplicas. A região está sem energia elétrica e a rede de telefonia foi cortada.

As fortes chuvas deste período das monções derrubaram pontes, dificultando o acesso aos locais atingidos. Helicópteros não puderam sobrevoar a área devido ao mau tempo.

Em Nova Deli, o primeiro-ministro Manmohan Singh convocou uma reunião de emergência com a Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes para discutir o trabalho de socorro às vítimas.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.