Turquia/atentado

Pelo menos três morrem e 15 ficam feridos em atentado na Turquia

O atentado aconteceu em uma área movimentada do centro de Ankara, na Turquia.
O atentado aconteceu em uma área movimentada do centro de Ankara, na Turquia.
Texto por: RFI
2 min

Três pessoas morreram e 15 ficaram feridas em um atentado nesta terça-feira em Ankara, na Turquia. A explosão aconteceu no bairro de Kizilay, no centro da cidade, e se trata provavelmente de um ataque terrorista, segundo o ministro do Interior, Naim Sahin.

Publicidade

A explosão aconteceu pela manhã, em frente a um prédio da sub-prefeitura de Cankaya, o maior distrito de Ankara, destruiu seis carros e os vidros de inúmeros edifícios situados em torno do local, situado a apenas um quilômetro de edifícios oficiais, incluindo o escritório do primeiro-ministro. De acordo com o ministro do Interior, um carro explodiu e provocou um incêndio, que atingiu outros carros estacionados nas proximidades. Segundo o vice-primeiro ministro Bülent Arinç, a seqûencia de explosões reforça a tese de uma bomba colocada em um veículo.

O atentado, segundo as autoridades, é provavelmente de autoria de ativistas do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão). Nas zonas urbanas, esses ataques geralmente organizados pelo grupo Falcões da Liberdade, ligado ao PKK que alega que o grupo é formado por membros que não pertencem mais ao Partido. No último dia 17 de agosto, a aviação turca bombardeou áreas no Iraque onde cerca de 2 mil combatentes do movimento teriam se Escondido.

Atentado no Paquistão

Pelo menos 20 pessoas morreram e três ficaram feridas no sudoeste do país nesta terça-feira, no distrito de Mustang, na província do Baluquistão. O grupo de peregrinos xiitas teve um carro metralhado por insurgentes sunitas. Os rebeldes xiitas representam 20% da população do Paquistão, e são constantemente alvo de atentados no país.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.