Acessar o conteúdo principal
Irã/Eleição

Segundo turno das legislativas no Irã desperta pouco interesse

A popularidade dos partidários de Ahmadinejad (foto) passa pelo teste das urnas no segundo turno das legislativas no Irã.
A popularidade dos partidários de Ahmadinejad (foto) passa pelo teste das urnas no segundo turno das legislativas no Irã. Reuters
2 min

O Irã realizou hoje o segundo turno das eleições legislativas destinadas a preencher 65 cadeiras do total de 290 que compõem o Parlamento e ficaram pendentes na primeira rodada, no dia 2 de março. O movimento nas seções eleitorais foi fraco, segundo as agências internacionais.   

Publicidade

Em Teerã, 25 vagas estão na disputa. Dois grupos conservadores se enfrentam no pleito, a Frente Unida de Conservadores, de oposição ao presidente Mahmoud Ahmadinejad, a Frente da Persistência, que reúne uma parcela de partidários do presidente, e alguns reformistas independentes, críticos de Ahmadinejad, como o conservador Alí Motahari, cujo mandato chega ao fim.

Os resultados devem ser publicados no fim de semana. Entre os 225 deputados eleitos no primeiro turno, quase a metade são pessoas desconhecidas que receberam o apoio dos conservadores para disputar a eleição. Por isso, analistas acham difícil prever como será o equilíbrio de forças das facções conservadoras na futura assembleia. A primeira sessão plenária da nova Casa, prevista no final de maio, deve dar uma orientação mais clara.

A taxa de participação foi de apenas 64% dos eleitores no primeiro turno.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.