Acessar o conteúdo principal
Israel/condenação

Ex-premiê israelense Ehud Olmert é condenado por corrupção

Ehud Olmert, ex-primeiro ministro de Israel, foi condenado a um ano de prisão com sursis
Ehud Olmert, ex-primeiro ministro de Israel, foi condenado a um ano de prisão com sursis (Photo : Reuters)
Texto por: RFI
2 min

A pena, pronunciada pelo tribunal do distrito de Jerusalém, foi mais branda do que a esperada pela acusação, que pedia que o ex-primeiro ministro cumprisse trabalhos voluntários durante seis meses. Ehud Olmert foi condenado por corrupção a uma pena de um ano de prisão com sursis e ao pagamento de uma fiança de 75 300 shekels (cerca de 37 mil e 500 reais). A punição não proíbe que o ex-premiê continue a exercer um cargo político

Publicidade

Segundo a Agência France Presse, a juíza responsável pelo caso, Moussia Arad, afirma que "circunstâncias atenuantes evitaram uma pena maior, como a prisão em regime fechado".

No dia 10 de julho, o mesmo tribunal reconheceu Ehud Olmert culpado no caso conhecido como "Centro de Investimento". Segundo o Ministério Público israelense, Olmert teria favorecido um centro de investimento quando era ministro do Comércio e da Indústria, entre os anos de 2003 e 2006. Ele teria fornecido empréstimos e garantias oficiais em benefício das sociedades administradas pelo seu ex-sócio, Ouri Messer.  Os dois foram sócios em um escritório de advocacia.  "Ehud Olmert demonstrava muita afeição pelo senhor Messer e se interessou pelos seus negócios. Trata-se de um conflito de interesses", declarou a acusação. Em um breve comunicado destinado à imprensa israelense, Ehud Olmert disse sair do tribunal de "cabeça erguida" e respeitará a decisão da Corte, além de tirar lições de todo o caso.

Ehud Olmert foi um dos principais líderes do Likoud, partido de direita nacionalista israelense, antes de se tornar dirigente do partido centrista Kadima. Olmert foi destituído do cargo de primeiro-ministro em março de 2009 devido à uma série de denúncias de corrupção, o que tornou impossível a sua manutenção no cargo. Ele tinha  assumido o posto em 2006.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.