Coreia do Norte/Mísseis

ONU teme escalada após novos tiros de mísseis norte-coreanos

Sul-coreanos vigiam a Coreia do Norte.
Sul-coreanos vigiam a Coreia do Norte. REUTERS/Lee Jong-kun/Yonhap

A Coreia do Norte lançou neste domingo, 19 de maio de 2013, um novo míssil de curto alcance no mar do Japão. Este quarto tiro em menos de 24 horas levou o secretário-geral a temer uma “escalada perigosa” na região.

Publicidade

A Coreia do Norte lançou três mísseis de curto alcance no sábado e um neste domingo informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap. O regime de Piongyang realiza com freqüência estes testes, mas os últimos disparos acontecem em um clima de tensão crescente por causa das ameaças norte-coreanas contra os Estados Unidos e a Coreia do Sul.

O ministério sul-coreano de Reunificação considerou lamentável os tiros e pediu ao regime norte-coreano para parar com as provocações, diminuir o nível de tensão na região e aceitar o diálogo. Os novos disparos preocupam o secretário-geral das Nações Unidas.

Ban Ki-moon declarou neste domingo temer que “as provocações e a tensão na península coreana não provoque uma escalada perigosa”. O secretário-geral da ONU, ex-ministro sul-coreano das Relações Exteriores, está disposto a facilitar o processo de paz e a restabelecer a confiança na região, informou comunicado divulgado hoje por seu porta-voz.

A tensão da região é grande desde o último teste nuclear norte-coreano em fevereiro. Em consequência, a ONU impôs uma série de sanções a Coreia do Norte levando o regime de Pyongyang a ameaçar o vizinho do sul e os Estados Unidos com uma guerra nuclear.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.