Síria/Conflito

Presidente sírio Bashar al-Assad volta a descartar renúncia

O presidente sírio Bashar al-Assad durante a entrevista a jornalistas argentinos, em 18 de maio de 2013.
O presidente sírio Bashar al-Assad durante a entrevista a jornalistas argentinos, em 18 de maio de 2013. SANA/Handout via Reuters

O presidente síria Bashar al-Assad voltou a descartar sua renúncia antes do fim de seu mandato em 2014, durante uma entrevista concedida a jornalistas argentinos no sábado. Ele também negou a utilização de armas químicas e mostrou suas dúvidas quanto à iniciativa de paz russo-americana visando o fim do conflito sírio.

Publicidade

A entrevista de Bashar al-Assad foi concedida em Damasco aos jornalistas da agência de notícias argentina Telam e do jornal Clarín. Ela aconteceu na biblioteca do palácio presidencial e se ouvia ao longe disparos de tiros. O presidente sírio garantiu que vai lutar até o fim contra os rebeldes que ele chama de “terroristas apoiados pelo ocidente, alguns países árabes e Israel”.

As negociações em curso entre russos e americanos para a organização de uma Conferência Internacional sobre a Síria, em Genebra foi um dos temas centrais abordados na entrevista. O encontro deve reunir membros do regime e rebeldes que lutam há mais de dois anos para derrubar Bashar al-Assad. O presidente saudou a iniciativa, mas descartou renunciar do cargo como propôs o secretário de Estado americano John Kerry.

Bashar al-Assad afirmou que “não cabe aos americanos decidir quem deve partir. Esta é uma decisão do povo sírio”. “Um capitão não abandona seu navio em plena tempestade. Renunciar seria fugir”, declarou o presidente. Ele levantou dúvidas quanto à capacidade da iniciativa russo-americana de impor um cessar-fogo por causa dos diversos grupos que compõem a rebelião síria. AM-Assad também negou a utilização de armas químicas pelas forças do regime.

Segundo dados do Observatório Sírios de Direitos Humanos, cerca de 95 mil pessoas já morreram após 26 meses de conflito no país.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.