Acessar o conteúdo principal
China/justiça

Sentença de Bo Xilai já foi decidida pelas autoridades chinesas, dizem analistas

Bo Xilai no primeiro dia de seu julgamento, em 22 de agosto de  2013.
Bo Xilai no primeiro dia de seu julgamento, em 22 de agosto de 2013. REUTERS/China Central Television
3 min

Na China, segundo dia do julgamento de Bo Xilai, ex-membro do poderoso escritório político do Partido Comunista. Analistas políticos consideram que o regime chinês se esforça mas não consegue convencer que o processo de Bo Xilai é transparente e não um jogo de cartas marcadas

Publicidade

Os analistas dizem que as autoridades chinesas querem dar uma impressão de que o julgamento de Bo Xilai é transparente e igualitário ao permitir a divulgação na internet dos argumentos de defesa desse ex-dirigente  do Partido Comunista.

Bo Xilai aparece se defendendo das acusações de corrupção, desvio de dinheiro e abuso de poder. O único meio de seguir os debates é através dos microblogs que divulgam notícias do que acontece no tribunal de Jinan, onde acontece o julgamento, mas não em tempo real.

A imprensa estrangeira não tem acesso à sala de audiência e não há meios de confirmar se o que divulgam os microblogs retratam o que realmente acontece no tribunal.

A combatitividade demonstrada por Bo Xilai não deve influenciar o veredito já decidido nos bastidores do poder, segundo os especialistas em política chinesa. "Independentemente da maneira que ele se comportar, o tribunal vai se pronunciar de acordo com o roteiro já definido anteriormente", afirma Steve Tang, especialista em política chinesa na Universidade de Nottingham. 

Segundo Tang, o destino de Bo, cuja queda espetacular em 2012 expôs divisões profundas dentro do Partido Comunista chinês, deram origem a muitas negociações no primeiro escalão do governo. 

Uma relativa liberdade de defesa é garantida ao réu para demonstrar uma certa transparência. Bo Xiliai chamou Tang Xiaolin, uma testemunha chave da acusação, de "cachorro louco" e "de ter vendido sua alma". Ele também qualificou de "grotescas" as afirmações de sua mulher Gu Kailai de que teria enchido com dólares um cofre no quarto do casal.

Especialistas acreditam que Bo Xilai e as autoridades já chegaram a um acordo sobre sua sentença para ele escapar da pena de morte.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.