Rússia/Ucrânia

Encontro de Putin e Porochenko em cúpula não deve diminuir conflito na Ucrânia

O presidente ucraniano, Petro Porochenko, chega a Minsk para uma cúpula regional nesta terça-feira, 26 de agosto.
O presidente ucraniano, Petro Porochenko, chega a Minsk para uma cúpula regional nesta terça-feira, 26 de agosto. Foto: Reuters

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Ucrânia, Petro Porochenko, vão se encontrar nesta terça-feira em Minsk, capital da Bielorússia, durante uma Cúpula regional. Os dois líderes se reúnem em um contexto de escalada de violência no leste da Ucrânia, palco de combate entre o exército ucraniano e rebeldes pró-russos.

Publicidade

Este será o primeiro encontro dos dois presidentes em quase três meses. Oficialmente, a reunião deverá se concentrar nas as relações comerciais entre a Rússia e a Ucrânia, mas a situação no leste do país estará no cardápio das discussões.

Desde a última vez que se viram, no dia 6 de junho, na França, as forças ucranianas inverteram a tendência e cercaram muitas posições dos rebeldes separatistas. No plano diplomático, as relações entre os dois países só pioraram, especialmente depois da destruição, em meados de julho, do avião da Malaysia Airlines que sobrevoava uma área controlada pelos rebeldes.

Além de Putin e Porochenko, participam desta cúpula regional os presidentes da Bielorússia e do Cazaquistão e a chefe da diplomacia europeia, Catherine Asthon, além do comissário Europeu para a Energia, Günther Oettinger.

Apesar dessa boa oportunidade de discutir a situação no leste ucraniano, as expectativas de avanços significativos são modestas. O ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, adiantou que os líderes ocidentais não devem esperar soluções de Moscou.

Enquanto isso, combates violentos prosseguem no leste ucraniano. Forças governamentais e rebeldes pró-russos continuam os confrontos, um dia após a grande ofensiva dos rebeldes ao sul de Donetsk, reduto principal dos separatistas.

A tensão aumentou também após Kiev denunciar a invasão de uma coluna de blindados e tanques que atravessou a fronteira russa em direção a Mariopol, importante cidade de um polo industrial metalúrgico no leste da Ucrânia.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.