Rússia/Ucrânia

Ucrânia prende militares russos que atravessaram a fronteira "por engano"

Soldados russos capturados após atravessarem fronteira com a Ucrânia.
Soldados russos capturados após atravessarem fronteira com a Ucrânia. Foto: Reuters

O Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia divulgou nesta terça-feira (26) imagens de testemunhos gravados em vídeo de paraquedistas russos de uma divisão baseada na região central da Rússia. Os militares foram detidos na noite de segunda-feira no vilarejo ucraniano de Dzerkalné, distante cerca de 20 km da fronteira russa.

Publicidade

Uma fonte militar russa confirmou a prisão dos soldados, o que constitui a primeira prova concreta da participação das forças russas nos combates no leste da Ucrânia. Essa mesma fonte afirmou que os militares estavam vigiando a fronteira e atravessaram para o lado ucraniano "por engano".

"Nós avançávamos em coluna por terra e não pela estrada. Eu só percebi (estar em território ucraniano) quando começaram a nos bombardear. Não sei em qual momento cruzamos a fronteira", declarou o tenente Ivan Miltchakov, segundo um vídeo divulgado pela imprensa ucraniana.

Outro paraquedista, identificado como Ivan Romantsev, explicou que pensava estar participando de "manobras militares". Ele era encarregado de cobrir de pintura branca números inscritos nos veículos militares.

"Quando atacaram meu blindado, comecei a ter medo e aí me dei conta que não se tratava de manobras", explicou. "Percebi que estava na guerra entre a Rússia e a Ucrânia", afirmou, acrescentando que "o que mostra a televisão russa não corresponde à realidade".

O governo de Kiev acusa frequentemente a Rússia de enviar soldados e equipamentos militares para o território ucraniano e fornecer armas para os rebeldes separatistas do leste. Moscou nega as acusações.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.