Síria/Estado Islâmico

Grupo Estado Islâmico hasteia bandeiras perto de Kobani, na Síria

Uma captura de vídeo mostra a cidade de Kobané
Uma captura de vídeo mostra a cidade de Kobané AFP PHOTO / HO / AAMAQ NEWS

Os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) hastearam nesta segunda-feira (6) duas bandeiras em Kobani, na Síria, perto da fronteira com Iraque. Hoje a cidade foi alvo de ataques e tiros de morteiro e os combates continuaram no fim da tarde. As forças curdas vêm perdendo terreno diante do avanço dos extremistas.

Publicidade

Uma das bandeiras foi hasteada em cima de uma colina e a outra em um prédio situado no leste da cidade. Segundo um responsável sírio, ainda não se sabe se os jihadistas entraram em Kobané, palco de violentos combates há vários dias. As forças armadas turcas enviaram tanques de guerra e veículos blindados para proteger o posto de fronteira de Mursitpinar, que fica próximo à entrada da cidade.

Nesta quarta-feira, o Parlamento turco deu sinal verde ao governo conservador de Ancara para uma intervenção militar contra o EI na Síria e no Iraque. Os combatentes curdos, que defendem Kobané há mais de três semanas, obtiveram um recuo dos extremistas, mas a situação no front é cada vez mais delicada.

Ataque curdo deixa 20 extremistas mortos

Pelo menos 20 jihadistas do Estado Islâmico morreram na noite de domingo para segunda-feira em Kobané em uma emboscada do YPG (Unidade de Proteção do Povo Curdo). Uma mulher kamikaze cometeu um ataque suicida no leste da cidade de acordo com o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abdel Rahmane. “Esta foi a primeira vez que o Estado Islâmico tentou entrar em Kobané desde a ofensiva lançada no dia 16 de setembro”, afirmou.

O objetivo dos jihadistas é conquistar Kobani para obter o controle do território na fronteira entre a Síria e a Turquia. A cidade também é considerada importante para os curdos, que mobilizaram seus combatentes.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI