África do Sul/Oscar Pistorius

Ministério público sul-africano vai recorrer da pena de Pistorius

O atleta paralímpico Oscar Pistorius começou a cumprir a pena na última segunda-feira (21).
O atleta paralímpico Oscar Pistorius começou a cumprir a pena na última segunda-feira (21). REUTERS/Mike Hutchings

O Ministério Público da África do Sul anunciou nesta segunda-feira (27) que vai recorrer da condenação a cinco anos de prisão contra o atleta paralímpico Oscar Pistorius por homicídio culposo. O Tribunal de Pretória anunciou a pena há uma semana, considerada branda pela Justiça e a opinião pública do país.

Publicidade

O porta-voz do Ministério Público sul-africano, Nathi Mncube, confirmou a decisão da Justiça da África do Sul. Até o momento, nenhum outro detalhe sobre o caso foi divulgado.

Oscar Pistorius foi preso logo depois que a juíza Thokozile Masipa anunciou a condenação do atleta, na última segunda-feira (21), a cinco anos de prisão pela morte da namorada, a modelo Reeva Steenkamp. Apesar do esforço dos procuradores em defender a tese de que o atleta tinha intenção de matar a companheira, a juíza considerou que as provas eram insuficientes.

Após o anúncio do veredicto, advogados criminais disseram-se chocados com a decisão de Masipa. Eles alertaram que o veredicto poderia resultar em julgamentos irresponsáveis dentro do sistema judiciário, abrindo precedente para crimes com armas de fogo.

A opinião pública sul-africana também protestou contra a pena de cinco anos de prisão a Pistorius. A população acredita que a punição é insuficiente visto que, em menos de um ano, o esportista poderia obter liberdade condicional.

Reeva Steenkamp, de 29 anos, foi morta a tiros no dia 14 de fevereiro de 2013. As quatro balas que a atingiram atravessaram a porta do banheiro da casa de Pistorius, onde ela se encontrava no momento do incidente. Durante os vinte meses de julgamento, o esportista insistiu que efetuou os disparos pensando que um ladrão estava escondido no banheiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI