Israel/Palestina

Israel destrói casa de palestino que matou dois civis

Familiar mostra o retrato de Abdelrahmane Shalodi nos meio dos destroços da casa do palestino destruída pelo exército israelense na madrugada desta quarta-feira (19).
Familiar mostra o retrato de Abdelrahmane Shalodi nos meio dos destroços da casa do palestino destruída pelo exército israelense na madrugada desta quarta-feira (19). AFP /AHMAD GHARABLI

O exército e a polícia israelense destruíram na madrugada desta quarta-feira-feira (19,) na parte oriental de Jerusalém, a casa de um palestino autor de um atropelamento premeditado que matou duas pessoas em outubro. A destruição também aconteceu em represália ao atentado palestino contra a sinagoga de Jerusalém que deixou cinco mortos.

Publicidade

Pela primeira vez desde 2009, as forças israelenses destruíram em Jerusalém a casa de um palestino responsável por um ataque contra Israel. O apartamento de Abdelrahmane Shalodi foi destruído com explosivos. Em outubro, ele jogou seu carro contra civis israelenses matando duas pessoas, antes de ser abatido pela polícia.

As casas de outros autores de atentados podem também ser explodidas em breve.

A decisão de destruir a casa de Abdelrahmane Sholodi foi tomada horas depois do atentado contra a sinagoga de Jerusalém que deixou na terça-feira (18) quatro mortos no local de culto. Um policial atingido durante o tiroteio contra os dois palestinos autores do atentado, também morreu no hospital.

Represália

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu prometeu responder com "mão de ferro" ao que chamou de "onda terrorista" que atinge Jerusalém. O premiê também ordenou a destruição da casa dos dois palestinos que atacaram a sinagoga. Os dois primos, que foram abatidos pela polícia após o atentado, moravam em Jerusalém Oriental.

Os Estados Unidos, a ONU e o papa Francisco condenaram o ataque contra a sinagoga, mas pediram que israelenses e palestinos negociem para diminuir a tensão na região.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.