Acessar o conteúdo principal
Coreia

Coreia do Norte anuncia mudança no fuso horário do país

Zona desmilitarizada que separa as Coreias do sul e do norte.
Zona desmilitarizada que separa as Coreias do sul e do norte. Kèoprasith Souvannavong / RFI
Texto por: RFI
1 min

A Coreia do Norte deu mais um passo para fora do mundo. Pyongyang passará a viver em seu próprio horário, meia hora mais cedo do que a vizinha do sul. A decisão, anunciada pela agência de notícias oficial KCNA nesta sexta-feira (7), foi aprovada pelo parlamento dois dias antes e entrará em vigor no próximo dia 15 de agosto.

Publicidade

O dia 15 também marca o septagésimo aniversário da independência da península do Império Japonês. "Os perversos japoneses cometeram crimes imperdoáveis, como privar a Coreia até de seu próprio horário, enquanto usurpava impiedosamente sua terra", diz o texto da KCNA.

Apesar de o horário similar a Tóquio ter sido estabelecido pelo Japão em 1912, a mudança afetará muito mais a Coreia do Sul. De acordo com o ministro da Unificação, baseado em Seul, haverá uma série de problemas no curto prazo, principalmente com relação aos horários de entrada e saída no complexo industrial de Kaesong.

Narrativa oficial

Apesar de ficar do lado norte da fronteira, o complexo é operado conjuntamente pelos dois países. No longo prazo, o ministério estima que isso possa complicar a unificação entre os dois lados. Atualmente, tanto as Coreias quanto o Japão estão no fuso horário +9.

Analistas acreditam que a mudança no horário visa reforçar a narrativa oficial de Pyongyang, que pinta a Coreia do Norte como a Coreia "pura" e a do sul, como "poluída" pela influência externa. Sul-coreanos que se opõem à presença de forças americanas na península elogiaram a medida.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.