Deslizamento soterra dezenas de prédios na China

Equipes de resgate procuram vítimas do Deslizamento de terra na China.
Equipes de resgate procuram vítimas do Deslizamento de terra na China. REUTERS/Tyrone Siu

A cidade de Shenzen, na província chinesa de Cantão, foi palco de um gigantesco deslizamento de terra neste domingo (20). Pelo menos 20 prédios foram soterrados e dezenas de pessoas estão desaparecidas, entre elas trabalhadores da zona industrial que estavam em dormitórios no local.

Publicidade

Segundo informações da imprensa local, pelo menos 41 pessoas estavam desaparecidas na tarde desde domingo na zona industrial do sul da China após o deslizamento de terra que sepultou mais de 20 imóveis. As autoridades enviaram mais de 1.500 pessoas ao local da tragédia para as operações de resgate.

As primeiras informações foram divulgadas pela agência oficial Xinhua, que confirmou que sete pessoas haviam sido retiradas dos escombros. As vítimas teriam apenas ferimentos leves.

Vinte e dois imóveis foram atingidos pelo deslizamento, incluindo dois dormitórios para trabalhadores, segundo o canal público CCTV. De acordo com o jornal Shenzhen Evening News, quase 900 pessoas foram retiradas dos da área antes da tragédia de forma preventiva.

O deslizamento também causou o rompimento de um cano de gás natural provocando uma explosão ouvida a quilômetros de distância da catástrofe. Segundo a agência Xinhua, a deflagração projetou destroços em um perímetro de dezenas de hectares.

As causas do deslizamento de terra são desconhecidas. Um vídeo divulgado pelo site da Xinhua mostra uma gigantesca nuvem de poeira e montanhas de escombros.

No mês passado, 38 pessoas morreram em outro deslizamento de terra na província de rural de Zhejiang.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.