Diretor de agência internacional alerta para risco de terrorismo nuclear

Diretor de agência alerta para risco de terrorismo nuclear
Diretor de agência alerta para risco de terrorismo nuclear Divulgação

O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, pediu aos países que "reforcem a segurança nuclear" contra o risco de "terrorismo", três dias após os atentados em Bruxelas.

Publicidade

"O terrorismo tem se estendido e não se pode excluir a possibilidade de utilização de materiais nucleares em novos ataques", disse em uma entrevista à agência France Presse em Viena.

Referindo-se à possível produção de uma bomba "primitiva" com plutônio, ele declarou: "É uma tecnologia já antiga e, atualmente, os terroristas têm os recursos, o conhecimento e informação necessários".

No entanto, ele indicou que o risco principal é de uma "bomba suja", ou seja, um explosivo convencional para dispersar materiais radioativos de fácil acesso, que podem ser encontrados em pequenas quantidades em universidades e hospitais em todo o mundo.

"Bombas sujas bastariam para causar pânico em qualquer grande cidade do mundo", finalizou.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.