Sexismo

Imprensa oficial chinesa ataca nova presidente de Taiwan por ser solteira

Presidente de Taiwan Tsai Ing Wen na cerimônia de posse em Taipei.
Presidente de Taiwan Tsai Ing Wen na cerimônia de posse em Taipei. © Reuters
Texto por: RFI
3 min

Um editorial da agência de notícias oficial chinesa, Xinhua, provocou polêmica esta semana na Ásia. O texto dizia que a nova presidente de Taiwan, Tsai Ing Wen, é inapta para dirigir o país por ser solteira. A afirmação, considerada sexista, indignou os internautas chineses. O editorial acabou sendo retirado da internet algumas horas depois da publicação.

Publicidade

Da correspondente da RFI em Xangai

O texto foi redigido por um alto funcionário das Forças Armadas que costuma colaborar com a imprensa oficial. O objetivo de seu artigo era analisar o estado psicológico de Tsai Ing Wen. Segundo o autor, a nova presidente seria “extremista” pelo fato de não ter se casado.

Ele justifica com uma teoria bastante particular: por ser solteira, ela não teria nenhuma exigência da família, não teria filhos para cuidar, nem sentiria o “peso do amor”, portanto, sua política seria guiada mais pela emoção do que pela razão.

Na rede social Weibo, o Twitter chinês, a grande maioria dos internautas saiu em defesa de Tsai Ing Wen. “Vergonhoso” e “a coisa mais idiota e insultante que eu já li na vida” foram alguns dos comentários. Outros aludiram ao sexismo: “Se ela fosse homem, jamais diriam algo sobre ser solteira”. Mesmo os militantes pró-China, que repudiam a independência de Taiwan, disseram não concordar com o conteúdo do texto.

Sexismo recorrente

De maneira geral, a imprensa oficial chinesa não se preocupa com a igualdade de gênero. Um dos diários mais próximos do Partido Comunista, o Jornal do Povo publicou no ano passado em seu site uma galeria de fotos de jornalistas mulheres com o título: “Elas são bonitas e têm cérebro”.

Também em 2015, durante a noite de Ano Novo, a televisão chinesa veiculou um programa repleto de sketchs sexistas, visto por 690 milhões de pessoas. O programa despertou indignação dos telespectadores, que se manifestaram em massa na internet local. A reação do público, pelo menos, tem surtido efeito. O editorial sobre Tsai Ing Wen, por exemplo, foi rapidamente retirado do site da agência oficial.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.