Acessar o conteúdo principal
Turquia

Atentado terrorista deixa dezenas de mortos em aeroporto de Istambul

Equipes de socorro prestam atendimento às vítimas do atentado terrorista no aeroporto Atatürk, em Istambul, na noite desta terça-feira (28).
Equipes de socorro prestam atendimento às vítimas do atentado terrorista no aeroporto Atatürk, em Istambul, na noite desta terça-feira (28). REUTERS/Osman Orsal
Texto por: RFI
3 min

O aeroporto Atatürk, em Istambul, foi alvo de um triplo atentado terrorista na noite desta terça-feira (28). De acordo com as autoridades turcas, ao menos 36 pessoas morreram e 147 ficaram feridas. Há estrangeiros entre as vítimas. Segundo o chefe do governo turco, Binali Yildirim, vários indícios apontam para uma ação do grupo Estado Islâmico.

Publicidade

O governo confirmou o caráter terrorista do ataque no maior aeroporto da Turquia. De acordo com o ministro turco da Justiça, Bekir Bozdag, três agressores dispararam contra passageiros e policiais, antes de acionar seus cinturões de explosivos.

Duas explosões aconteceram na entrada do saguão internacional, quando o público fazia fila para passar pelos pórticos detectores de metal. Nos aeroportos turcos, considerados altamente protegidos, as pessoas são revistadas antes de ter acesso aos saguões de embarque e desembarque. Policiais ainda teriam conseguido atirar contra os terroristas antes das detonações.

Segundo testemunhos, o atentado aconteceu no terminal de voos internacionais do aeroporto por volta das 22h local (16h em Brasília), provocando pânico entre os passageiros. "Foi muito forte. As pessoas se desesperaram e começaram a correr em todas as direções", disse um passageiro à CNN.

Fotos divulgadas nas redes sociais mostram os estragos dentro do terminal e os passageiros deitados no chão. As autoridades informaram que as primeiras vítimas foram transportadas em táxis aos hospitais de Istambul. A polícia cercou o aeroporto, dezenas de ambulâncias foram enviadas ao local e equipes de socorro trabalhavam até o início da madrugada desta quarta-feira (29).

Todos os voos foram cancelados

Logo após o triplo atentado, todos os voos no aeroporto Atatürk foram suspensos. O tráfego aéreo foi retomado durante a madrugada. O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, indicou a criação de uma célula de crise para gerenciar o incidente.

O Atatürk é um dos aeroportos mais frequentados do mundo. Em 2015, 40 milhões de passageiros passaram pelo terminal, que também é conhecido por sua alta segurança. 

Atentado terrorista

Até o final da noite desta terça-feira, o atentado não havia sido reivindicado. Mas, em entrevista à CNN, o especialista em Segurança e Terrorismo Abdullah Agar privilegiou a tese de um ataque perpetrado pelo grupo Estado Islâmico". "Isso se parece muito com os métodos deles", afirmou, referindo-se aos atentados contra o aeroporto e metrô de Bruxelas em março deste ano.

Desde 2015, a Turquia foi atingida por uma série de violentos atentados, atribuídos a rebeldes curdos e ao grupo Estado Islâmico. O último deles aconteceu no centro histórico de Istambul, no dia 7 de junho. A explosão de um carro-bomba durante a passagem de um ônibus transportando policiais da tropa de choque causou a morte de pelo menos 11 pessoas, sendo sete policiais e quatro civis.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.