Acessar o conteúdo principal

Twitter cancela 235 mil contas por apologia ao terrorismo

A rede social melhorou as ferramentas que permitiram identificar automaticamente mais de um terço de contas suspensas.
A rede social melhorou as ferramentas que permitiram identificar automaticamente mais de um terço de contas suspensas. © AFP
Texto por: RFI
3 min

 O Twitter anunciou nesta quinta-feira (18) ter cancelado 235 mil contas nos últimos seis meses em sua luta contra as publicações que fazem apologia do terrorismo.

Publicidade

Com o fechamento destas contas, sobe para 360 mil o total de contas suspensas por conteúdos terroristas desde meados de 2015, de acordo com a empresa americana, com sede em San Francisco.

"As suspensões diárias aumentaram em até 80% em comparação ao ano passado, com picos logo após os ataques terroristas que se multiplicaram nos últimos meses”, afirmou a empresa em mensagem publicada nesta quinta-feira (18) em seu blog oficial.

O Twitter se encontra sob pressão para encontrar um equilíbrio entre proteger a liberdade de expressão e não disponibilizar uma plataforma para grupos terroristas difundirem mensagens de violência e recrutarem militantes para as suas causas.

Proibição de ameaças violentas

As regras de uso da plataforma americana proíbem as ameaças violentas e a promoção ao terrorismo. Em fevereiro deste ano, a empresa anunciou sua intenção de intensificar o controle e informou que havia bloqueado 125 mil contas por violar as normas da rede social.

"Desde o anúncio, o mundo tem testemunhado uma nova onda de atentados terroristas repugnantes em todo o planeta", disse a rede social. "Condenamos veementemente esses atos e continuamos comprometidos a eliminar a promoção da violência ou do terrorismo em nossa plataforma", acrescentou.

O Twitter disse ter melhorado o tempo para suspender contas denunciadas e o tempo em que permanecem ativas, o que reduziu significativamente o número de assinantes acumulados. A empresa também afirma ter feito progressos em seus esforços para impedir contas suspeitas de voltar imediatamente a recriar um perfil em sua plataforma.

A rede social também aumentou o efetivo nas equipes que examinam o conteúdo denunciado e melhorou as ferramentas que permitiram identificar automaticamente mais de um terço de contas suspensas. A empresa reitera, no entanto, que não há "nenhum algoritmo mágico" para identificar conteúdos terroristas na internet.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.